Seja no papel de mocinho ou de vilão, a sétima arte está repleta de personagens que tem como atividade profissional a prática da contabilidade. Tamanha a importância das atividades por eles desempenhadas que suas manobras podem ser usadas para o bem ou para o mal, seja para levar uma empresa ao absoluto sucesso ou até mesmo destruir grandes impérios.

Conheça os 5 filmes que todo contabilista deve assistir!

Os Intocáveis

O filme conta a história do grupo de mafiosos liderado pelo lendário Al Capone durante a época da Lei Seca nos Estados Unidos, e dos esforços empregados pela força tarefa policial a fim de capturar o mafioso e desmontar o seu esquema.

Aqui, a figura do contabilista aparece em duas situações diferentes: de um lado, o contador de Al Capone, que se vê forçado a fornecer informações sobre as atividades ilegais do mafioso e colaborar com a polícia. Do outro, o agente contador que faz parte da investigação, tendo como objetivo principal averiguar as declarações de imposto de renda de Capone e verificar se havia alguma informação financeira omitida.

Vale observar que, apesar de todos os crimes violentos cometidos por Capone e seus capangas, o líder da máfia de Chicago foi parar atrás das grades por evasão fiscal, graças ao trabalho bem feito dos contabilistas que auxiliaram a polícia federal norte-americana a capturá-lo.

Um Sonho de Liberdade

A trama narra a trajetória de Andy Dufresne, um bancário bem sucedido condenado injustamente à prisão perpétua pelo assassinato de sua esposa e de seu amante. Durante seu tempo na penitenciária de Shawshank, Dufresne utiliza sua influência para tornar-se amigo de pessoas importantes e, em razão de sua experiência na área financeira, conquista a confiança do diretor da penitenciária e passa a ser seu contador pessoal, cuidando, inclusive, da contabilidade de seus negócios sujos. Com o poder das finanças do diretor em mãos, Dufresne se vê em uma situação confortável para limpar a conta bancária do manda-chuva da prisão e fugir rumo à liberdade.

O filme deixa bem clara a forma como a contabilidade pode ser utilizada para o bem e para o mal, convidando o profissional à reflexão sobre a importância dos documentos que lida no dia a dia e sua grande responsabilidade com suas tarefas.

Enron: os mais espertos da sala

O documentário aborda um dos maiores escândalos corporativos das últimas décadas. A Enron foi uma das maiores companhias energéticas dos Estados Unidos, localizada em Houston, Texas, e durante muito tempo foi líder em distribuição de energia (com faturamento anual que chegou a ultrapassar a casa dos US$ 100 bilhões no início dos anos 2000).

A crescente desconfiança com relação aos números da empresa levou à abertura de diversas investigações para averiguar a veracidade das demonstrações financeiras e dos altos lucros declarados. Após desfeito o esquema fraudulento envolvendo o alto escalão da Enron, a companhia entrou com pedido de concordata e levou consigo a empresa de auditoria Arthur Andersen, responsável pelas suas contas na época.

O caso Enron resultou na lei Sarbanes-Oxley, de 2002, que tem como objetivo principal assegurar a governança adequada no mundo corporativo.

Trabalho Interno

O documentário aborda de forma direta e didática o grande problema da sistematização da corrupção, a principal causa da crise financeira que atingiu todo o mundo de 2007 a 2012. A partir da contextualização da crise econômica que assolou a Islândia, o documentário evolui e leva o problema para o nível global, denotando a importância dos profissionais que lidam com setores sensíveis da economia.

A questão contábil não é o foco principal do filme, mas as noções abordadas são de extrema importância para o desempenho das atividades do contabilista de forma consciente e responsável.

Margin Call – O Dia Antes do Fim

Narra a história de um grupo de funcionários de um grande banco de investimentos de Wall Street nos dias que antecederam o estouro da crise em 2007. O filme aborda a questão da responsabilidade corporativa e da seriedade que deve ser impressa no trabalho do dia a dia do profissional de contabilidade e finanças, que lida com informações sensíveis e de alto risco, as quais devem ser analisadas minuciosamente e reportadas sempre que surgirem desconfianças.

As histórias contadas no cinema envolvem seus personagens em situações inusitadas, nas quais o papel do profissional contábil se mostra crucial para o desenvolvimento da trama, tanto para resolvê-la, quanto para complicá-la. Identifique o seu papel dentro de seu escritório e tenha sempre em mente a importância e seriedade de um trabalho bem feito.

Já assistiu algum desses filmes? Conte pra gente o que achou!

Matéria: http://blog.sage.com.br/gestao-contabil/5-filmes-que-todo-contabilista-deve-assistir/