Abrir uma empresa permite que você seja seu próprio chefe em uma atividade da qual realmente gosta. Embora existam hoje várias oportunidades de trabalho por conta própria no mundo das startups, nem todas as pessoas estão prontas para enfrentar as muitas dificuldades e incertezas associadas a essa escolha. Antes de deixar seu emprego atual, confira sete sinais que indicam que você não está pronto para começar um negócio.

  1. Falta de fundos

Ninguém diria que é necessário ser rico para abrir uma empresa. No entanto, em média, uma startup requer algum capital para se consolidar. Sem fundos, os proprietários enfrentam dificuldades para pagar as despesas fixas, como o aluguel de uma sala e seguros, além das despesas variáveis, como salários e prestadores de serviço.

Além disso, como os empresários têm a obrigação de pagar funcionários e credores antes de retirar seus próprios salários, é difícil começar um negócio sem algum dinheiro no banco para sobreviver em momentos difíceis. Se você não tiver uma poupança razoável, prepare-se melhor antes de deixar seu emprego.

  1. Circunstâncias pessoais

Circunstâncias pessoais e familiares podem afetar significativamente sua capacidade de obter sucesso como proprietário de uma startup. Embora talvez não exista um momento ideal para abrir uma empresa, os empreendedores devem ser cautelosos ao começar um novo negócio durante um período conturbado do ponto de vista pessoal. Se você se casou, teve um filho ou perdeu um ente querido recentemente, talvez seja melhor esperar um ano antes de iniciar esse projeto. Afinal de contas, abrir uma empresa é um processo bastante estressante por si só.

  1. Falta de know-how no setor

Proprietários de startups não precisam ter a experiência de um diretor de uma grande empresa para serem bem-sucedidos, mas uma total falta de conhecimento sobre o negócio pode afetar suas perspectivas. Antes de entrar no mercado, aprimore suas habilidades com alguns treinamentos básicos de marketing e contabilidade em alguma instituição local.

Talvez também seja interessante consultar um especialista financeiro para ajudar você a criar um plano de negócios ou encontrar um mentor que conheça sua área de interesse. Ao observar a experiência de um amigo ou antigo colega de trabalho que trilhou um caminho semelhante, você saberá o que esperar como empresário e, possivelmente, evitará alguns dos principais erros.

  1. Falta de apoio

Uma boa rede de apoio é fundamental na maioria dos aspectos da vida pessoal, o que também se aplica ao lado profissional dos proprietários de pequenas empresas. Não é nenhum segredo que o período inicial de uma startup pode ser um dos mais difíceis. Além de mentores de negócios e consultores, o empresário perspicaz deve estar rodeado de amigos e familiares que apoiem seus projetos.

De fato, um estudo recente com empreendedores mostrou que 69,9% dos participantes declararam que estavam casados quando começaram seu primeiro negócio. Seja um cônjuge, seja um amigo, tente encontrar uma pessoa construtiva que fique ao seu lado durante os momentos de dificuldade.

  1. Habilidades interpessoais fracas

Ter uma boa habilidade interpessoal é essencial no mundo dos negócios. Afinal de contas, pouco importará se sua ideia de negócio é brilhante se você não conseguir convencer os clientes a comprar seus produtos. Se o relacionamento com o cliente não é o seu forte, contrate alguém para lidar com os problemas que podem ocorrer relacionados ao atendimento. No longo prazo, o aumento nos negócios compensará significativamente o valor investido no salário do funcionário.

  1. Incapacidade de se organizar

Você é o tipo de pessoa que sempre perde as chaves? Embora isso possa parecer um problema pequeno, uma incapacidade crônica de se organizar pode ser um grande obstáculo no mundo das startups. Como empresário, você é responsável por pagar trabalhadores e fornecedores no prazo e enviar produtos segundo o cronograma acordado. Além disso, como os empreendedores trabalham com margens pequenas, há pouco espaço para erros. Se você não consegue manter suas contas organizadas, contrate um assistente administrativo experiente para ajudar com os detalhes.

  1. Medo do fracasso

Todos sabem que a maioria das startups nunca chega a completar cinco anos. Ao abrir uma empresa, no entanto, o medo de fracassar pode ser tão prejudicial para o sucesso quanto o excesso de confiança. Em vez de se concentrar em tudo o que pode dar errado, os proprietários de startups mais eficientes mantêm o otimismo e a flexibilidade durante todo o processo. Se sua primeira ideia não funcionar, não tenha medo de mudar os rumos da empresa ou até mesmo começar do zero.

A possibilidade de abrir uma startup é, certamente, interessante. No entanto, nem todas as pessoas têm os recursos e o comprometimento necessário para obter sucesso no campo das pequenas empresas. Se você tem uma ou mais das características acima, talvez seja interessante manter seu emprego por enquanto e aguardar mais um pouco para concretizar seu sonho de ter um negócio próprio. Com http://www.quickbooks.com.br/

 

Deixe uma resposta