contabilidade trata-se de uma ciência social, pois apesar da utilização de ferramentas matemáticas para desenvolvimento das técnicas contábeis, a contabilidade estuda comportamento das entidades jurídicas (empresas) ou físicas (pessoas) e suas variações ao longo do tempo, se utilizando também de técnicas de administração, de finançasmodelões comportamentais e etc. Seu uso aplicado em organizações é indispensável e deve ser feito por profissional qualificado.

História da contabilidade

Quando se fala em contabilidade, pensa-se em uma ciência que teve início recentemente, pois vem ganhando espaço, cada vez mais, nos dias de hoje. Porém, a história da Contabilidade é tão antiga quanto à da própria evolução humana.

A contabilidade existe desde os primórdios da civilização. O processo se iniciou quando homem começou a contar, a marcar, a distribuir, a apropriar-se e a trocar. A finalidade da ciência contábil é controlar patrimônio. Através da técnica contábil, se registra patrimônio, sendo esse a consequência do capital aplicado adicionado ao resultado obtido nas transações mercantis.

O frei Luca Pacioli, é considerado por muitos como pai da contabilidade moderna, foi precursor do método de partidas dobradas, modelo utilizado até os dias de hoje, onde para cada crédito existe uma contrapartida em débito, ou seja, foram especificados para todas as operações uma origem de recursos e uma destinação a eles. Este método se popularizou por toda a Europa e logo foi considerada a metodologia oficial para registro, fiscalização e mensuração do patrimônio de todas as entidades. Foi nesse período também em que houve a proibição da prática da contabilidade por qualquer indivíduo, sendo que a partir deste momento, só poderiam exercer a profissão aqueles que fossem comprovadamente capacitados.

A contabilidade atual

Nos inícios do século atual, com surgimento das gigantescas corporações, aliado ao formidável desenvolvimento do mercado de capitais e ao extraordinário ritmo de desenvolvimento que os Estados Unidos da América experimentou e ainda experimenta, constitui um campo fértil para avanço das teorias e práticas contábeis. Não é por acaso que atualmente mundo possui inúmeras obras contábeis de origem norte-americanas que tem reflexos diretos nos países de economia.

Para sobreviver ao mundo globalizado, contador deve sair daquela posição pacata e ultrapassada, e ir ao encontro de soluções legais e inteligentes que possam ajudar empresário brasileiro a enfrentar os desafios que mundo dos negócios exige. A escrituração eletrônica, a nota fiscal eletrônica e os arquivos digitais são apenas algumas das recentes alterações que contador precisa acompanhar e deter conhecimento suficiente para auxiliar seus clientes, que na maioria das vezes, recorrem ao contador para sanar as dúvidas a respeito de como seu negócio será afetado por estas novas tecnologias e mudanças.

Jfolador

Comente

Comentários

Deixe uma resposta