Saber o que são e, principalmente, quais são os custos fixos e variáveis é um dos primeiros passos para planejar o orçamento da sua empresa. Definir e classificar os gastos do seu negócio vai ajudar a organizar o fluxo de caixa, bem como as contas a pagar e a receber.

Além de organizar suas finanças, ter controle e administração dos custos fixos e variáveis da sua empresa permite reduzir despesas, adequando-as à sua realidade e, como consequência, aumentando seu lucro.

Aprenda aqui a diferença entre custos fixos e variáveis e como planejá-los em uma pequena empresa:

Entenda o que são custos fixos e variáveis

Primeiramente, é preciso entender o que são esses conceitos. Custos fixos são aqueles que não variam conforme suas vendas. Alguns exemplos são salário dos funcionários, aluguel do estabelecimento, internet, segurança, entre outros.

Já os custos variáveis são aqueles que, como o nome mesmo já diz, variam em função de alguma alteração (normalmente a produção). Como exemplos podemos mencionar os custos de produção de suas mercadorias, água e energia (caso estejam diretamente relacionados com seu produto), etc.

Faça um planejamento orçamentário

Agora que você já sabe qual é a diferença entre os custos fixos e variáveis, está apto a planejar o orçamento da sua empresa. Práticas como elaborar um fluxo de caixa vão permitir que você controle todas as finanças da sua empresa, sabendo exatamente o quanto você ganha e o quanto você gasta por mês.

Dessa maneira, você pode se planejar para fazer investimentos significativos em novos produtos e processos, buscando sempre um aumento no faturamento. Com o planejamento orçamentário você estará preparado para investir em sua empresa sem ser surpreendido pelos imprevistos, alcançando o sucesso esperado.

Fique atento às regulamentações fiscais e tributárias

Outro benefício de saber os custos fixos e variáveis da sua empresa é ter total ciência dos impostos que estão sendo pagos e quando isso acontece. Assim, é possível garantir que seu estabelecimento não sofra com multas.

Existem softwares que permitem que você faça toda a gestão contábil, evitando assim que você sofra com problemas financeiros. Eles funcionam como uma assessoria contábil, realizando todo o controle e gerenciamento das áreas de contabilidade e tributária, e auxiliando com soluções para folha de pagamento.

Invista na sua empresa

Ao controlar todas as suas finanças, sabendo exatamente quais valores serão recebidos e o que deverá ser pago, é possível que você comece a economizar dinheiro para investir no seu próprio negócio.

Com planejamento é possível reduzir custos e, assim, economizar uma certa quantia. Com esse valor, você pode investir em novos produtos ou na ampliação da estrutura física da sua empresa, buscando sempre atender melhor o seu cliente e deixando-o cada vez mais satisfeito.

Conte com um software de gestão

Há mais um benefício em se utilizar a tecnologia na gestão das suas finanças: diminuir o trabalho operacional. Com isso, você tem mais tempo para focar na gestão da empresa como um todo, evitando erros comuns.

O programa fornece relatórios de acompanhamento da sua empresa, indicando onde você deve prestar mais atenção, monitorando e controlando o dia a dia da sua empresa. Dessa maneira é possível, por exemplo,gerenciar melhor seu estoque e manter os funcionários motivados.

Saber a diferença entre custos fixos e variáveis e planejá-los corretamente irá trazer inúmeros benefícios para seu negócio. Você estará a par de tudo o que acontece em sua empresa e se prevenirá da ocorrência de multas ou notificações, devido a atrasos em impostos e outras taxas contábeis.

E para que seu planejamento seja ainda mais eficiente, veja também como estabelecer indicadores de desempenho para medir o sucesso do seu negócio!

Parceiro Sage

 

Deixe uma resposta