Está procurando emprego? Veja o que pode e não pode fazer nas redes sociais

 

Especialistas ouvidos pelo site de VEJA dão dicas do que pode beneficiar ou prejudicar os candidatos que buscam um trabalho

Foi-se o tempo em que o internauta separava sua vida entre a “real” e a “virtual”. O que escrevemos, curtimos e compartilhamos nas redes sociais é uma extensão do que fazemos no trabalho, na escola, em família – e é levado em consideração quando concorremos a um emprego tanto quanto a entrevista para a vaga.
 

 
“O candidato deve expressar em seus perfis nas redes sociais exatamente o que ele faz”, diz Rudney Pereira Junior, sócio diretor da agência de recursos humanos BR Talent. “E tomar muito cuidado com o que posta e como faz isso.”

Honestidade é o primeiro mandamento. Mas devemos postar tudo o que fazemos? Para recrutadores, o exagero, mesmo que todas as informações sejam verdadeiras, joga contra o candidato. “Não adianta ser superengajado, superatleta e publicar diversas vezes ao dia. As empresas questionam o que essa pessoa faz e o quanto ela de fato é ocupada”, afirma Luís Fernando Martins, diretor da Hays Response.
 

 
O site de VEJA conversou com cinco especialistas em recursos humanos para saber o que soma ponto e o que tira pontos nas redes sociais de um pretendente a uma vaga de trabalho. Veja algumas das principais orientações:

 O que conta pontos

Moderação

Expressar opinião pode ser positivo, desde que elas sejam coerentes e passem longe de radicalismos


Noticiário
Seguir fóruns e veículos de comunicação importantes conta pontos. Não dá para se ater apenas a amenidades

Esportes

Treinar para uma corrida de rua, por exemplo, mostra que você tem metas e interesses fora do trabalho


Família
Um candidato que mostra uma boa relação com a família pode ter esse como um fator de desempate

O que tira pontos

Exagero
Publicar diversas vezes ao dia pode fazer com que as empresas questionem o quanto você de fato é ocupado

Radicalismo
As empresas checam as páginas que os candidatos seguem. Radicalismo e preconceito são motivo para veto
Bebedeira
É claro que folga é para relaxar, mas postar coisas como “hoje bebo até cair” é visto como imaturidade

Exibicionismo
Publicar fotos com trajes pouco usuais, como fantasias extravagantes e roupas de banho, pode atrapalhar

Matéria: Veja