Estudo traz análise detalhada das áreas de engenharia, finanças e contabilidade, vendas e marketing, jurídica, mercado financeiro, recursos humanos, seguros e tecnologia
São Paulo, outubro de 2016 – A edição de 2017 do Guia Salarial da Robert Half sinaliza que os desafios no mercado de trabalho continuarão no próximo ano, exigindo precisão das empresas no recrutamento e cautela dos profissionais empregados para manter suas posições ou ao realizarem movimentações na carreira, além de paciência e flexibilidade dos que buscam uma recolocação. “As contratações acontecerão mesmo em ritmo moderado e seletivo, pois as organizações dependem de pessoas qualificadas para se manterem competitivas”, diz Fernando Mantovani, diretor de operações da Robert Half.

Engana-se quem pensa que, diante de um maior número de pessoas em busca de oportunidade, a tarefa de recrutar está mais fácil. Esse cenário se explica, em parte, porque um grupo numeroso de profissionais qualificados encontra-se empregado e está mais criterioso para aceitar uma nova proposta de trabalho. “O desafio nesse momento é encontrar o equilíbrio para tornar o processo ao mesmo tempo ágil e rigoroso. Uma contratação equivocada sempre traz prejuízo para os negócios”, explica Mantovani.

Com relação aos profissionais, Mantovani alerta que as empresas seguem a tendência de reduzir custos e focar na qualidade do seu quadro de colaboradores para garantir a competitividade no momento em que o cenário estiver mais positivo. “Qualificações técnicas são sempre bem-vindas, mas os gestores estão de olho nos profissionais que sabem trabalhar em grupo e são comunicativos e flexíveis, além de comprometidos com a empresa e com a criação de um ambiente positivo dentro da companhia”, ressalta.

Flexibilidade ao analisar uma oferta – Em cenários em que a recolocação se torna mais desafiadora, especialmente para manter o salário anterior, é preciso que o candidato analise pontos que vão além da remuneração, como compatibilidade entre a oportunidade e os projetos profissionais; perspectivas de carreira dentro da companhia num período entre seis meses e um ano; e as oportunidades de recuperar o ganho em longo prazo. “Há profissionais que, mesmo sem o preparo ideal, foram sendo promovidos quando o mercado estava aquecido e agora encontram barreiras diante na nova realidade econômica do País”, explica.

No Guia Salarial 2017 da Robert Half é possível ter acesso a informações estratégicas sobre recrutamento e tendências de remuneração para as oito áreas de atuação da empresa: engenharia, finanças e contabilidade, vendas e marketing, jurídico, mercado financeiro, recursos humanos, seguros e tecnologia. O estudo completo está disponível para download no site da empresa (www.roberthalf.com.br/guia-salarial).

TENDÊNCIAS DO MERCADO DE TRABALHO EM 2017 (fonte: Guia Salarial 2017 da Robert Half)

ENGENHARIA
Perfil do profissional – versatilidade, perfil pessoal, boa comunicação, habilidade de relacionamento com outras áreas, flexibilidade
Demandas – vendas técnicas, supply chain, melhoria contínua
Oportunidades – agronegócio, alimentos, indústria química, bens de consumo, tecnologia e equipamentos médicos

CONTABILIDADE
Perfil do profissional – versatilidade, habilidade de negociação e comunicação, inglês, estabilidade, trabalho em equipe e foco nos resultados
Demandas – fiscal, contábil, controladoria, auditoria
Oportunidades – agronegócio, exportação, setor farmacêutico, indústria da beleza e tecnologia

JURÍDICO
Perfil do profissional – faculdade de primeira linha, estabilidade no currículo, visão de longo prazo, inglês e perfil comercial
Demandas – contencioso cível, consultivo e contencioso trabalhista, consultoria tributária, advogado generalista, sócios
Oportunidades – tributário, cível, trabalhista, concorrencial e compliance

MERCADO FINANCEIRO
Perfil do profissional – postura de dono, afinidade com tecnologia e inglês
Demandas – compliance, auditoria, controles internos
Oportunidades – fintechs, meios de pagamento, fundos de private equity e reestruturação de crédito

RECURSOS HUMANOS
Perfil do profissional – inglês, proatividade e olhar estratégico
Demandas – coordenador, gerente generalista, analista de folha de pagamento e departamento pessoal, analista sênior de remuneração e benefícios
Oportunidades – energia, startups de tecnologia e setor farmacêutico

SEGUROS
Perfil do profissional – inglês e perfil empreendedor
Demandas – ramos elementares
Oportunidades – startups e E-commerce

TECNOLOGIA
Perfil do profissional – experiência sólida, inglês, perfil mais interativo e relacionamento interpessoal
Demandas – gerente de projetos, gerente de tecnologia voltado à inovação, Devops, consultor funcional, analista de negócios, analista de suporte
Oportunidades – empresas mobile e web, startups em geral, fintechs e varejo

VENDAS E MARKETING
Perfil do profissional – inglês, visão 360 graus do negócio, boa comunicação, perfil analítico e liderança
Demandas – Key account, gerente de vendas, trade marketing, consultor comercial
Oportunidades – agronegócio, alimentos, serviços, tecnologia, health care B2B, farmacêutico, bens de consumo

Sobre a Robert Half
A Robert Half é a primeira e maior empresa de recrutamento especializado no mundo. Fundada em 1948, a empresa opera no Brasil, selecionando profissionais temporários e permanentes nas áreas de finanças, contabilidade, mercado financeiro, seguros, engenharia, tecnologia, jurídico, recursos humanos, marketing e vendas e cargos de alta gestão. Ao todo são 325 escritórios na América do Norte, Europa, Ásia, América do Sul e Oceania. Em 2016, a Robert Half foi novamente eleita uma das Empresas Mais Admiradas do Mundo”, de acordo com pesquisa da Revista Fortune. Há 17 anos, a empresa está presente em um dos mais importantes rankings do mundo.

Deixe uma resposta