O que deve ser avaliado ao definir o preço ideal por seus honorários contábeis

Quando você gerencia uma parte do negócio ou mesmo um escritório inteiro, uma dúvida pode te rodear, vez ou outra: “O preço que eu pratico pelos por serviços de contabilidade fornecidos por mim ou pelo meu escritório, estão de acordo com o mercado?”.

Isso pode acontecer, porque você já deve ter sido questionado sobre o valor dos honorários contábeis cobrado pelo seu escritório de contabilidade. E, pior: o cliente muitas vezes tem um irmão, tio, amigo ou conhecido que também é contador e pratica um valor de honorário bem menor do que o seu, mantendo uma boa lucratividade com isso.

A questão é que, na grande maioria das vezes, esse questionamento não é feito por mal e sim porque a pequena empresa não tem conhecimento de tudo o que está envolvido neste cálculo e em toda a sua operação para atendê-lo. O seu cliente não tem ideia dos bastidores do seu escritório, mas e você, contador, sabe quais os custos e quanto deve cobrar por seus serviços?

Pois bem, para te ajudar a cobrar honorários de forma adequada, chegar a uma proposta de honorários contábeis de valor justo e que seja lucrativa ao escritório contábil, tentarei te ajudar a precificar sua atividade com passos que devem obrigatoriamente ser considerados nessa hora para que o seu trabalho seja remunerado da forma correta e ainda ajude o escritório de contabilidade a crescer.

O ponto de partida para alcançar o valor justo dos honorários contábeis e ainda rentável é o levantamento de todos os custos envolvidos no atendimento dos clientes. Entre os custos estarão gastos diretos e indiretos, que incluem insumos – como os materiais de papelaria – e todos os custos para manter o escritório de contabilidade funcionando como energia elétrica, internet, telefone, seguro de responsabilidade civil, impostos, limpeza, aluguel, sem esquecer, claro, da manutenção do software contábil. A essa lista devem ser adicionados ainda os custos com funcionários, o que contempla salário, férias, décimo terceiro salário, FGTS e INSS.

Com os custos mensais em mãos é hora de descobrir quantas horas de trabalho seu escritório é capaz de vender. Para esta conta, considere os dias úteis do mês e multiplique pela quantidade de horas trabalhadas por todos os colaboradores em um dia. Feito isso, divida o valor dos custos pela quantidade de horas encontrada e você saberá o valor dos seus honorários de contabilidade por hora.

Agora é só acrescentar a margem de lucro esperada. De acordo com o Instituto de Estudos Financeiros, geralmente as empresas estabelecem como meta de retorno o percentual de 15% ao ano sobre seu capital próprio. Observado isto, multiplique pela quantidade de horas dedicadas a cada cliente todos os meses. Para tornar o cálculo ainda mais exato e adequado à realidade de cada cliente, substitua o custo total com os funcionários pelo individual, fazendo as contas com base no custo do colaborador responsável por cada atendimento.

Atenção para este ponto: É tentador querer comparar o valor final dos seus honorários com tabelas de honorários contábeis disponíveis na internet, valores praticados por outros escritórios de contabilidade ou ainda honorários de contadores estipulados pelo sindicato da sua região. Adequar seus ganhos por uma questão de pura competitividade pode acabar deixando sua empresa de contabilidade em maus lençóis e muito diferente dos parâmetros mantidos pelo mercado. Foque em seus gastos, sua margem de lucro pretendida e em como calcular isso aos clientes, com números que reflitam a verdade de sua operação.

O que não quer dizer, por outro lado, que você deva ficar de braços cruzados ao perceber que o valor que encontrou está muito acima da média de mercado. O caminho a ser tomado aqui é outro, em vez de simplesmente ajustar após uma comparação, você deve revisar seus processos e descobrir onde o escritório contábil pode ser mais produtivo, o que aumentará sua eficiência.

Automatizar o processo de recebimento, a conferência e organização dos documentos dos clientes e a digitação dos lançamentos contábeis, é um ótimo exemplo de como a tecnologia pode ajudar os escritórios de contabilidade a baixar custos operacionais, praticar preços mais competitivos e reduzir o tempo gasto nas atividades, sem deixar que a qualidade do serviço mude. Isso é possível com a ajuda de uma solução de integração contábil.

Ao mesmo tempo em que a automatização dispensa a mesma quantidade de horas, comparada ao processo 100% manual, esse tempo economizado pode ser aplicado no atendimento de novos clientes, expandindo a atuação do escritório e, com isso, sua rentabilidade.

Para finalizar, lembre-se que da próxima vez em que você se deparar com um valor de honorários de contadores mais competitivo que o seu, lembre-se que esse escritório pode ter atingido um nível de eficiência operacional que permita cobrar menos e lucrar mais com a expansão do número de clientes. Antes de comparar o valor praticado pela sua companhia, jamais esqueça que um preço competitivo é importante, mas valorizar seu trabalho com planejamento, estratégia e tecnologia também é.

Bom trabalho e ótimos negócios!

Matéria inspirada em: http://contaazul.com/contabilidade/blog/proposta-honorarios-contabeis-ideal/

Postagem:
retrato de Marcelo dos Santos, colunista ContaAzul

Formado em Ciência Contábeis, Marcelo dos Santos tem MBA em Administração Global pela Universidade Independente de Lisboa e MBA pela Fundação Getúlio Vargas. Ganhou diversos prêmios como o Marketing Company on Technology Marketing e Grandes Sacadas de Marketing. Atualmente, é Sócio do ContaAzul & Head do ContaAzul para Contadores.