PJ ou CLT, qual o regime de contratação adequado para você

Essa é uma dúvida que paira em muitas empresas, os diferentes formatos de contratação PJ ou CLT são utilizados para definir o vínculo empregatício, para uma escolha acertada é preciso compreender os direitos, deveres e vantagens de ambas as partes.

Como funciona a contratação PJ (Pessoa Jurídica)?

Para essa modalidade, o profissional deve ter uma empresa registrada, pois ele necessita fornecer nota fiscal para a contratante mediante a prestação de serviços.  Nesse caso, pode se trabalhar com carga horária estipulada nas dependências da empresa ou optar pelo home Office conferindo uma flexibilidade e autonomia maiores para desempenhar a atividade.

A empresa contratante não precisa pagar vale transporte, refeições, aviso prévio e impostos que ficam a cargo do prestador de serviços que tem esse valor descontado na nota fiscal. Em contrapartida, esse profissional tem um salário maior, mas a diminuição da burocracia trabalhista pode ser vantajosa para ambos.

Como funciona o regime de CLT?

O método carteira assinada assegura diversos direitos trabalhistas ao funcionário, entre eles: Vale transporte, refeição, décimo terceiro, FGTS, seguro, aviso prévio, licença maternidade, saúde, etc. A burocracia é impactante na folha salarial de uma empresa, acredita se que essa modalidade garante a estabilidade de alguns profissionais na companhia, além disso respondem a uma hierarquia corporativa e possuem carga horária estipulada em contrato.

PJ ou CLT, qual o melhor regime de contratação para você?

CLT ou PJ, o que é importa é ser uma condição boa para ambas as partes, levando em conta a realidade da empresa, intenções e objetivos do profissional, necessidade de flexibilidade na execução dos serviços, carga tributária, etc.

O quesito empregatício, pessoalidade e subordinação no sistema PJ merecem muita atenção por parte das empresas, pois dependendo da doutrina da atividade existem riscos de futuros acionamentos à justiça do trabalho.

Em qualquer regime de contratação PJ ou CLT é indispensável entrar em contato com um contador especialista.

Senhor Contábil

Deixe uma resposta