1. Utilize uma agenda geral e diária

Depois de ter estabelecido seus objetivos, torna-se mais fácil priorizar suas tarefas por ordem de importância. Para isso, adquira o hábito de usar uma agenda. Pode ser física ou eletrônica. O importante é que você distribua seus esforços diariamente e, assim, reduzair ou, até mesmo, eliminear o índice de esquecimento e/ou de atrasos.

Se agenda não for a sua praia, um sistema de gerenciamento de tarefas pode lhe auxiliar nesse ponto.

2. Defina suas prioridades

Para estabelecer as prioridades, é necessário tomar nota de todas as tarefas e processos que tomam conta do seu dia a dia. Existem dois tipos de tarefas: as importantes e as menos importantes. Dentro dessas, existem outros dois tipos: as urgente e as não urgentes.


Para entender melhor vamos separar esses quatro tipos de tarefas numa tabela chamada Matriz de Decisão:Matriz de Decisão | ContaAzul para ContadoresAs tarefas da coluna esquerda têm de ser terminadas hoje: se você planejar com eficiência, estará trabalhando nas tarefas do canto superior direito antes que elas passem para o canto superior esquerdo.

3. Faça uma coisa de cada vez

Algo que parece uma epidemia entre os profissionais é tentar fazer muitas coisas ao mesmo tempo. Porém, manter o foco em uma única função permite maior poder de concentração, mais rapidez na realização das tarefas cotidianas e menos erros cometidos.

Sabemos que muitas coisas podem aparecer durante o dia, fazendo com que você largue tudo para atender a essa nova demanda. Como você pode evitar isso? Duas maneiras: qual é a importância dessa nova tarefa e qual a urgência para a finalização?

Caso a interrupção tenha prioridade, aceite. Se não, anote em sua agenda, crie uma nova tarefa no seu sistema de gerenciamento e/ou tente encaixá-la na sua Matriz de Decisão e continue o que estiver fazendo.

4. Delegue tarefas

Delegar é uma forma muito eficiente de gerenciamento de tempo. Além disso, é uma forma importante de desenvolver as habilidades de seus colaboradores, assim como aumentar a sua motivação.

Antes de delegar, é fundamental definir bem a tarefa e especificar os resultados desejados, assim como as suas expectativas. Forneça toda a orientação possível e dê exemplos do que espera da pessoa.

Mas cuidado: delegar não significa descarregar os problemas no ombro do seu colega de trabalho. Demonstre confiança, dê autonomia, mas não deixe de acompanhar o andamento das tarefas.

5. Planeje reuniões de maneira eficaz

Muitas pessoas ainda tem a ideia de que reuniões são cansativas, improdutivas e desnecessárias. Essa visão pode mudar se a reunião tiver um planejamento prévio afim de tornar esses encontros os mais eficazes possíveis. Antes de tudo, primeiro é preciso questionar a verdadeira necessidade daquela reunião. Em segundo lugar, definir seu propósito. E, por último, calcular o custo do encontro.

É muito importante que uma reunião seja objetiva. Os pontos a serem abordados sejam claros, de fácil compreensão e que não precise de muita explicação. Seja disciplinado. Comece e termine na hora marcada. Atrasos acabam desmotivando o pessoal. Muitas vezes, o que torna uma reunião ineficaz é a sua duração, por isso, tente evitar dispersões e entrar em assuntos que estão fora da pauta.

Bom, temos convicção de que essas dicas vão auxiliá-lo no seu dia a dia no escritório. Você tem alguma dica de produtividade que funciona no seu escritório? Compartilhe conosco, podemos usá-la em um próximo artigo e citar a sua colaboração.

Marcelo Santos – Blog Conta Azul

[useful_banner_manager banners=18 count=1]

Comente

Comentários