Se você deseja começar um negócio ou já é empreendedor, separamos 10 erros recorrentes para você evitar.

1. Não estudar corretamente o mercado antes de começar um negócio

Para empreender é necessário conhecer a fundo o mercado em que você está inserido. Parece óbvio, não é mesmo? Porém, muitas pessoas abrem um negócio somente porque está na moda e deixam de considerar questões importantes. Você pode vender serviços ou produtos que são tendências atualmente, mas antes é preciso responder algumas perguntas:

– Eu conheço muito sobre o produto ou serviço que quero vender?

– Qual o verdadeiro propósito da minha empresa? Lembrando que ganhar dinheiro não vale como resposta!

– Se meu serviço ou produto parar de ser consumido, ou seja, “sair de moda”, como minha empresa irá se reinventar?

– Eu sei quem é meu público-alvo?

1.2 CONHEÇA QUEM É SEU PÚBLICO-ALVO ANTES DE ABRIR UMA EMPRESA 

A ideia de vender para todas as pessoas parece tentadora e até óbvia para muitos empreendedores. Entretanto, é necessário definir um perfil de público para atingir. Dessa forma, será possível se comunicar corretamente com o cliente ideal e tomar decisões estratégicas e certeiras.

1.3 Questões essenciais para conhecer seu cliente-alvo:

– Média salarial

– Hábitos de consumo

– Idade

– Escolaridade

– Profissão

– Dificuldades

– Principais meios que utiliza para se comunicar

– Região onde mora

Pense também em perguntas específicas que envolva o que você vende. Entenda também como sua empresa ajuda o cliente-alvo a resolver seus problemas ou realizar seus desejos.

2. Querer fazer tudo sozinho

Para muitas pessoas, um dos momentos mais difíceis na jornada empreendedora é criar o organograma da empresa. Ao começar um negócio, muitos profissionais estão sozinhos tentando fazer tudo ao mesmo. Porém, isso não é algo positivo. É preciso reconhecer que não é viável fazer tudo sozinho para sempre.

Há um provérbio africano que diz: “Se quer ir rápido, vá sozinho. Se quer ir longe, vá em grupo.” Divida tarefas no seu negócio, pois grandes empresas são formadas por equipes e não por um único profissional.

3. Contratar os profissionais errados

Ao começar um negócio é preciso contar com os profissionais certos, sejam eles funcionários, fornecedores ou consultores. Preze por pessoas justas, transparentes e competentes para auxiliar a sua empresa a crescer.

Você precisa de colaboradores que realmente façam parte da sua equipe e cooperam para o sucesso do seu negócio. Lembre-se que economizar contratando um fornecedor com irregularidades, por exemplo, pode custar muito caro para a sua empresa futuramente.

4. Não separar as contas pessoais das empresariais

A mistura de finanças pessoais com a da empresa pode ser muito recorrente ao começar um negócio. Um saque feito no caixa da empresa com o pensamento de que é urgente ou que você cobre o valor depois pode ser o início da sua falência.

Porém, ainda é errado quando empreendedor utiliza sua conta pessoal para resolver questões da empresa.

Não separar contas pessoas com a da empresa gera confusão no controle e prejudica a prestação de contas. Isso pode gerar muito prejuízo para o seu negócio, pois dar informações incorretas a Receita Federal gera punição.

Para evitar a junção de contas, defina um salário para você e outros sócios da empresa. Dessa forma, você contará com uma quantia específica de dinheiro para aplicar na sua vida pessoal.

5. Falta de um plano de contingência

É normal que ao começar um negócio o empreendedor planeje somente o sucesso da empresa. Porém, para o negócio dar certo é preciso estar preparado para os momentos de crise.

Para isso, não deixe de criar um plano de contingência com metas e soluções para contornar fases ruins da empresa. Dessa forma, você estará preparado para tudo e seu negócio continuará a funcionar.

5.1 COMO CRIAR UM PLANO DE CONTINGÊNCIA EM UM MOMENTO DE RISCO:

– Identifique e entenda o problema;

– Descubra a raiz do problema;

– Defina estratégias viáveis como solução;

– Estabeleça o passo a passo para realização da solução;

– Defina quem realizará cada etapa.

6. Não registrar sua marca no INPI imediatamente

Erros cometidos ao começar um negócio podem gerar frustração e prejuízo a longo prazo. Um deles é não registrar o nome da marca no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Intelectual), órgão que protege sua empresa de plágio.

Infelizmente, muito empreendedores não se atentam ao registro de marca. Começam sua empresa com um nome e somente anos depois descobrem que outra pessoa já registrou o mesmo nome no INPI. Portanto, logo ao começar um negócio, verifique se não há uma marca de nome igual registrada. Se não houver, solicite o registro da sua empresa imediatamente.

Se você não registrar sua marca no INPI, possivelmente precisará mudar o nome ou logo da sua empresa após torná-la conhecida. Além disso, não poderá reclamar se alguém copiar a sua marca e registrá-la antes de você.

7. Definir preço com critérios errados

Ao começar um negócio muitas pessoas erram ao definir os preços de seus produtos. Evite seguir um valor só porque a concorrência cobra mais ou porque é o quanto você quer ganhar.

Faça uma análise real dos seus gastos, tempo de trabalho e tudo que você precisa para fornecer seu serviço ao consumidor.

8. Abrir o negócio sem possuir capital de giro

Como o próprio nome diz, capital de giro envolve as finanças que giram em torno do dia a dia da empresa. É a quantidade necessária para manter o negócio produzindo suas atividades básicas, a diferença entre o dinheiro que você tem e o que você gasta na empresa.

A falta do capital de giro faz com que os pequenos negócios não tenham condições de fornecer seus serviços e produtos mínimos, consequentemente afundando a empresa.

9. Não ter um plano financeiro a longo prazo

Ao abrir uma empresa, é ideal planejar suas finanças para no mínimo 12 meses. Infelizmente, muitos empreendedores negligenciam o planejamento financeiro reduzindo o capital de giro.

Dessa forma, acabam se envolvendo em dívidas e prejudicam o lucro e crescimento do negócio.

10. Não analisar o andamento da empresa

Se você acha que relatórios são chatos ou perda de tempo, precisa rever seus conceitos! É muito importante analisar com frequência os resultados da sua empresa.

Dessa forma, você identifica erros, encontra solução e descobre o que está dando certo. Monitore o andamento do seu negócio desde o início.

Com 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.