10 lições do Homem de US$ 100 bilhões


O que é necessário para formar uma fortuna de quase US$ 100 bilhões? Pergunte a Jeff Bezos. O empresário se tornou o homem mais rico do planeta fazer da Amazon a maior varejista online do mundo.

Esse tipo de sucesso não ocorre ao acaso, trata-se do resultado de uma mentalidade que todos podem adotar.

Veja, na galeria de fotos a seguir, 10 maneiras de pensar como Bezos para conquistar o sucesso no mundo corporativo:

1) Tome decisões com 70% das informações
É importante estar bem-informado, mas Jeff Bezos explica: “A maioria das decisões devem ser feitas com cerca de 70% das informações que você deseja ter. Se esperar até conseguir 90%, na maioria dos casos, vai se atrasar”.

Um exemplo é o serviço de entregas ultra rápidas Prime Now, lançado apenas 111 dias após ser concebido, apesar das complicações que o modelo de negócio traz. Tomar decisões rapidamente é como se ultrapassa os concorrentes. Se o profissional esperar pelo momento perfeito, será tarde demais.

2) Ignore a competição
Muitos negócios se preocupam demais com o que os outros fazem, o que, muitas vezes, leva-os a copiar os concorrentes. O pensamento de que o consumidor deve sempre ser a prioridade traz inovação e sucesso para a empresa. Como Bezos já contou, foi assim que surgiu a Amazon Prime.

“Mesmo que os clientes ainda não saibam, eles querem algo melhor, e o desejo de agradar os consumidores leva a inventar algo para eles. Ninguém pediu à Amazon para criar o programa de associados Prime, mas era algo, com certeza, desejado.”

3) Abrace as pequenas possibilidades
Bezos disse uma vez: “Se houver 10% de chances de um retorno 100 vezes maior, sempre aceite a aposta”. Você deve tomar decisões ousadas para ser bem-sucedido. Apesar de não funcionar todas as vezes, você irá aprender coisas que ajudarão no futuro. Por exemplo, a Amazon Marketplace falhou nas duas primeiras tentativas de lançamento. Deu certo na terceira, e, desde então, cresceu para contribuir com quase metade das vendas do site.

4) Não seja uma Blockbuster
O sucesso de hoje não significa que o negócio será relevante no futuro, como o caso da locadora de vídeos Blockbuster. Preste atenção nas tendências para direcionar a mudança, e não reagir a ela.

É o que explica Jacob Munns, CEO da empresa de consultoria Boomsourcing: “Nunca assuma que a indústria será a mesma para sempre. Se você não inovar, outra pessoa fará isso, e você ficará para trás”. Olhar para o futuro foi como a Amazon se tornou um negócio revolucionário. Bezos reconheceu o potencial do varejo online personalizado e tornou esse o seu foco. Desde o início, a empresa continua a se transformar para manter a relevância e sucesso.

5) Desenvolva uma cultura própria
A Amazon tem uma cultura própria que atraiu tanto críticas quanto elogios. Se esse modelo não funciona para todas as companhias, é adequado para eles.

Bezos explicou em uma carta aos acionistas: “Alguém empolgado com o lado competitivo pode selecionar e ser feliz em uma cultura, enquanto outra pessoa, que gosta de ser pioneira e criar, pode escolher outro ambiente. Felizmente, o mundo está cheio de culturas corporativas de alta performance distintas. Nunca afirmamos que a nossa abordagem é a correta, é apenas a nossa”.

Primeiro, encontre uma forma de tornar a cultura do seu negócio única. Pense na diferença entre ser um bom e um excelente gerente e, então, contrate funcionários que se adaptem a esse molde.

6) Foque no progresso
Companhias muito grandes permitem que os processos acabem com o progresso. A Amazon, apesar de seu tamanho, ainda mostra disposição para experimentar.

Um exemplo são os constantes testes com a Amazon Prime. A empresa introduziu o serviço de entrega grátis no mesmo dia e chega, até mesmo, a fazer o delivery em uma hora com o Prime Now, além de ter lançado o Prime Video e o Prime Day. O desejo de melhorar constantemente levou ao crescimento do número de associados do Prime. É necessário que o empreendedor procure formas de inovar, em vez de deixar que a burocracia seja um problema.

7) Fuja do convencional
Romper com as práticas tradicionais de negócio ajudou Bezos a vencer. Isso permitiu que ele criasse uma nova forma de entrega após muitos antes dele terem falhado.

Elon Musk teve uma abordagem similar ao desmontar um Mercedes Benz antes de criar os carros Tesla. Bezos inspirou uma nova geração de empresários a fazer o mesmo, isso inclui Taylor Offer, fundador da FEAT Socks, que está na lista 30 Under 30 de FORBES. Taylor analisou a indústria de meias e decidiu vender seus produtos nas mídias sociais. A ideia, que parecia loucura na época, levou-o a embolsar milhões de dólares em vendas.

8) Deixe a burocracia de lado
Startups são cheias de inovação e de decisões rápidas, mas os negócios desaceleram à medida em que crescem, devido à burocracia.

Como explica o jornal The New York Times: “Desenvolver-se de um predador implacável para uma burocracia lenta é, exatamente, o que Bezos quer evitar que aconteça com a Amazon. A companhia deve sempre ter o ritmo de uma startup”. Manter essa mentalidade é essencial para continuar no topo.

9) Torne-se o mestre das falhas
Muitas vezes, o medo de tomar decisões erradas impede os negócios de inovar, mas, como já disse Bezos, “se você for bom em mudar o direcionamento rapidamente, estar errado talvez não custe tanto quanto se imagina”.

Aprenda a falhar rapidamente e com baixo-custo, assim, a correção de erros não será um problema. Isso irá ajudar a aprender a lição e atingir melhores resultados no futuro.

10) Pense a longo prazo
“O longo prazo é o que mais importa” é uma frase que apareceu na primeira carta de Bezos para acionistas. Como ele explica, todas as decisões deveriam “refletir constantemente esse foco”, desde investimentos a planos de crescimento.

É importante ter essa abordagem para tomar decisões mais inteligentes e ter sucesso duradouro.

 

Matéria Original: http://forbes.uol.com.br/negocios/2018/01/10-licoes-de-jeff-bezos-para-ser-bem-sucedido-nos-negocios/

Please follow and like us:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.