12 termos financeiros que todo empreendedor precisa saber


Ser empreendedor é desenvolver um ótimo trabalho em uma determinada área e a executar da melhor forma possível. Muitas pessoas abrem suas próprias empresas porque observam que esse trabalho lhe renderá bons frutos, tanto financeiros quanto para seu bem estar pessoal.

Portanto, empreender, é iniciar algo inovador, é ver o que ninguém vê e que realiza antes o que o mercado necessita e segue para a ação. Além disso, ele é motivado pelo desejo de ser independente assumir responsabilidades.

Muitos empreendedores têm dificuldades  em assumir atividades administrativas e até mesmo financeiras que dizem respeito ao seu próprio negócio. Essa dificuldade se dá por acreditar que somente o talento e força de vontade bastam para que o negócio faça sucesso e assim, nomeiam outra pessoa (até mesmo o próprio contador) para cuidar de todos os assuntos que dizem respeito à essas áreas.

A organização no início da empresa é fundamental

Além de toda a empolgação e desafios que o empreendedor encontra ao chegar no mundo dos negócios, existem alguns termos sobre controle financeiro que ele precisa aprender.

Muita gente começa a pensar nas finanças da empresa só depois de abrir o negócio. Mas é fundamental entender estes termos antes de abrir seu negócio. Como você vai saber se suas metas estão sendo cumpridas se você nem tem metas definidas?”

Infelizmente, muitas empresas vão à falência por falta de conhecimento mínimo em como administrar e gerenciar o dinheiro do seu negócio.

Dados de pesquisa realizada pelo SEBRAE revelam que saber sobre a gestão da empresa e entender sobre finanças ajuda a evitar falência de empresas.

motivos de fechamento de empresasE procurar ter domínio sobre esses assuntos que serão rotineiros na nova empreitada logo no início de suas atividades tem uma importância muito grande, já que os primeiros anos tem um fator decisivo na continuidade com sucesso da empresa.

taxa de mortalidade de empresas 2 anosConheça agora mesmo quais são as palavras mágicas no mundo das finanças

 

  • Contas a pagar: São as despesas que a sua empresa tem para quitar, como pagar por fornecedores e funcionários, por exemplo. Além disso, contas de consumo (água, energia elétrica e telefone) também entram na lista de contas à pagar. São também os pagamentos com investimentos, como cursos, viagens e equipamentos. É tudo que se PAGA.
  • Contas a receber: Geralmente são todos os valores que o clienteprecisa pagar para sua empresa. É necessário ter conhecimento, também, dos valores à receber à vista ou parcelado.
  • Capital de giro: são recursos que servem para manter a empresa funcionando em épocas difíceis, quando não há entrada de dinheiro suficiente para cobrir as despesas. Esse recurso é muito utilizado nos primeiros meses de funcionamento do negócio, onde ainda está sendo formada uma carteira de clientes e o foco é na divulgação.
  • Capital social: é o montante de dinheiro necessário para abrir e manter uma empresa, ou, quanto dinheiro foi investido para criar o negócio.
  • Controle de estoque: é o monitoramento da quantidade de produtos que estão guardados, esperando para serem comprados ou utilizados numa linha de produção. Fazer a gestão de estoque é importante porque assim você sabe quanto tempo tem antes de reabastecer as prateleiras e pode tomar decisões importantes, como criar promoções, por exemplo. Controle de estoque é gerenciar a atividade da empresa!
  • Faturamento: é o valor que a empresa recebeu com todas as vendas somadas em um determinado período de tempo. Faturamento anual, por exemplo, é a soma das vendas durante um ano.

Leia também: Dicas para controlar o estoque e aumentar o faturamento

  • Fluxo de caixa: é um mecanismo de controle das entradas e saídas de dinheiro, ou seja, das despesas e receitas da empresa. Para manter a saúde financeira dos negócios, controlar o fluxo de caixa é fundamental.
  • Gerenciador Financeiro: é uma ferramenta que ajuda a controlar o dinheiro da empresa. Você insere os recebimentos e despesas e pode monitorar as finanças do seu negócio. Os gerenciadores financeirospodem ser ferramentas online, que costumam ser muito eficientes.
  • Margem de lucro: é a porcentagem calculada sobre o valor de um produto ou serviço, depois de descontadas as despesas para produzi-lo e os impostos. Basicamente, é a porcentagem de lucro que a empresa recebe por um determinado produto.

Leia também: Aprenda como aumentar a margem de lucro do seu negócio

  • Pró-labore: é uma espécie de remuneração fixa paga ao dono da empresa, como se fosse um salário por suas horas de trabalho na administração do negócio. É importante ressaltar que o pró-labore é diferente do lucro da empresa. O lucro da empresa deve ser destinado ao capital de giro e investimentos na própria empresa.
  • Receita: é um valor que entra no caixa da empresa pela venda de um produto ou serviço.A receita é tudo aquilo que você arrecada, a título de pagamento pela venda de um produto ou prestação de um serviço. Portanto, a receita representará todas as entradas de recursos que ocorreram na sua empresa naquele dia, mês ou ano.
  • DFe Documento Fiscal Eletrônico (DFe): são todos os documentos fiscais com existência digital, ou seja, tudo que for um documento importante para o fiscal e que seja eletrônico, como a Nota Fiscal eletrônica (NFe), Documento Auxiliar da Nota Fiscal eletrônica (DANFe), Conhecimento de Transporte eletrônico (CTe) e outros.

Os termos na prática: Como fazer o controle financeiro?

Além de conhecer o significado, saber como controlar cada um desses termos é fundamental para a saúde dos negócios.

Uma excelente dica para ajudá-lo nessa missão: as ferramentas do QuickBooks ZeroPaper!

Com ele você faz o fluxo de caixa da sua empresa e tem todas as informações de receitas, despesas e impostos na mão. Além disso, você pode contar com os relatórios financeiros, que mostram quem são seus melhores clientes, quanto você está gastando e como está o seu lucro. E de graça!

Para usufruir de todos os benefícios que as ferramentas do Quickbooks disponibilizam é necessário que você receba e tenha total controle de documentos fiscais emitidos contra seu CNPJ. Nesse caso, você pode contar com o Arquivei, que é a solução que consulta NFes e CTes, faz download e arquiva em XML e DANFe no Painel de Gestão de Notas.

Please follow and like us:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.