13 milhões inscritos no Auxílio Emergencial vão precisar fazer nova solicitação

0

Muitas pessoas por algum motivo ao se cadastrar no Auxílio Emergencial de R$ 600 e R$ 1.200 (duas cotas), cometeram algum tipo de erro que levou o pedido a ser reprovado. Num total de 13,6 milhões de brasileiros que vão ter que refazer o cadastro no aplicativo ou site da Caixa.

Dados inconclusivos

Para você que fez o cadastro para receber o Auxílio Emergencial e recebeu a mensagem dados inconclusivos vai precisar se recadastrar no aplicativo ou site da Caixa.

A Dataprev responsável pela análise dos dados dos usuários, especificou os motivos que levaram os cidadãos a ter sua solicitação negada:

alerta auxílio emergencial

A pessoa não informou o sexo durante o preenchimento do cadastro;
Marcou o chefe de família mas esqueceu de colocar membros da família;
Marcou um membro da família com indicativo de óbito;
Divergência de cadastramento entre membros da mesma família;
Dados cadastrais da família que foram colocados de forma errada (número de CPF e data de nascimento).

A partir dessas afirmativas, o cidadão poderá fazer uma nova inscrição com os dados informados de forma correta.

A Caixa informou em nota alguns detalhes sobre os novos pedidos que estão em análise

“Após a finalização do cadastro ou da contestação, os dados informados pelo cidadão serão analisados novamente pelo Dataprev. Caso o trabalhador tenha o direito reconhecido pela empresa pública, a Caixa efetuará a liberação dos recursos em até três dias úteis após o recebimento da informação pela Dataprev. O acompanhamento do Auxílio Emergencial é feito pelo aplicativo, pelo site ou pela central de atendimento exclusiva 111”.

Refazer a solicitação

As novas solicitações deverão ser feitas através do aplicativo Caixa Auxílio Emergencial do benefício. Ao refazer seu cadastro, é aconselhável prestar bastante atenção para não cometer os mesmos erros, principalmente no que diz respeito aos dados pessoais dos membros de sua família e a renda.