13° salário do INSS: O que está faltando para a antecipação ser aprovada?

0

O 13° salário do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está parecendo um enredo de novela mexicana, pois, cada hora é um drama diferente. Tudo começou no inicio do ano quando o governo prometeu antecipar o pagamento do 13° salário do INSS para o mês fevereiro, quando seria liberada a primeira parcela e a segunda em março.

Porém, com a demora na aprovação do Orçamento 2021, adiaram a antecipação que ficou para abril, no entanto, o Orçamento 2021 só foi aprovado em 25 de março, o que impossibilitou de o 13° salário do INSS ser pago em abril, agora, a expectativa é que isso ocorra em maio.

Antes da pandemia, o 13° salário do INSS era pago em duas parcelas. que sempre acontecem no mês de agosto e novembro. A segunda parcela é paga com as devidas reduções tributárias do Imposto de Renda, quando as mesmas ocorrem.

Em 2020, o sistema foi alterado por causa da Covid-19, o que obrigou o governo a antecipar o pagamento do 13° salário do INSS, quando a primeira parcela foi paga no mês de abril e a segunda no mês de maio.

A intenção era ajudar os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) a enfrentar a pandemia. Isso porque, a maioria desses teve que arcar com todas as despesas da família, após o aumento do desemprego e a falta de trabalho, por causa das restrições.

Agora, em 2021, com o aumento do número de casos e mortes por causa da Covid-19, o governo promete antecipar o 13° salário do INSS. A previsão era pagar no mesmo período que o ano passado. Mas, a novela continua, o governo ainda não sinalizou quando isso vai ocorrer.

Saque do 13° salário do INSS

O pagamento segue o calendário de pagamentos disponibilizados pelo Instituto. No momento em que o governo decidir em liberar a antecipação do 13° salário do INSS, os segurados terão direito ao abono natalino e poderão receber as parcelas de antecipação nas seguintes datas:

Benefícios com valor de até um salário mínimo
Final1ª parcela do 13º2ª parcela do 13º
125 de maio24 de junho
226 de maio25 de junho
327 de maio28 de junho
428 de maio29 de junho
531 de maio30 de junho
601 de junho01 de julho
702 de junho02 de julho
804 de junho05 de julho
907 de junho06 de julho
008 de junho07 de julho
Benefícios com valor acima de um salário mínimo
Final1ª parcela do 13º2ª parcela do 13º
1 e 601 de junho01 de julho
2 e 702 de junho02 de julho
3 e 804 de junho05 de julho
4 e 907 de junho06 de julho
5 e 008 de junho07 de julho