13º salário: Saiba como fica o abono dos aposentados e pensionistas em 2021

0

A partir do próximo ano, aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) passarão a receber o 13º previdenciário de forma antecipada.

A medida está prevista por decreto publicado pela Governo Federal, que permite o adiantamento.

De acordo com o cronograma previsto, o pagamento da primeira parcela acontecerá em agosto, no entanto, o INSS informou que as datas exatas de pagamento somente serão divulgadas, posteriormente.

A expectativa é de que sejam definidas até o final deste ano, para que o segurado possa acompanhar, pois, em geral o depósito varia conforme o valor e o número final do benefício.

Vale ressaltar que a primeira parcela será de até 50% do benefício e a previsão é de que a segunda seja paga em novembro.

Os repasses são feitos entre os últimos cinco dias úteis de cada mês e seguem até os cinco primeiros dias do mês seguinte. 

Antes, o pagamento deveria ser feito no final do ano, como de costume, por isso, ao INSS orienta os beneficiários que recebem aposentadorias, pensões por morte ou auxílios diversos, a se organizem para evitar problemas financeiros causados pela alteração das datas.

Sabemos que um dinheiro extra na conta pode ser a ajuda que faltava para pagar dívidas e contas atrasadas.

Para quem está com as contas em dia, pode ir direto para a poupança.

Veja as principais dicas para quem recebe esse abono: 

1 – Nome Limpo

Se possuir contas em atraso ou parcelamentos, aproveite a antecipação do 13º salário para para quitar essas pendências.

Caso esteja com o nome sujo, esse dinheiro pode ser utilizado para tentar negociar a dívida e limpar seu nome.

Assim, poderá chegar ao final do ano com o nome sem restrições, o que é um bom presente de Natal! 

2 – Contas Essenciais

Organize suas finanças domésticas, pague em primeiro lugar as contas essenciais do dia a dia, como luz, água, gás, aluguel e condomínio.

Depois, o foco devem ser as contas com juros mais altos como o cartão de crédito e cheque especial, por exemplo.

Em seguida, as parcelas de empréstimos e financiamentos. 

4 – Poupe

Se não precisa utilizar o valor do 13º, uma boa ideia é guardar esse dinheiro.

Dezembro e janeiro estão logo ali e, com eles, chegam as contas extras como pagamento de IPTU ou IPVA, por exemplo.

bancos convid 19

Tem também o presentinho dos netos e a ceia de Natal.

Então, é bom deixar uma parte do 13º para essas situações.

5 – Reserva de Emergência

Se ainda sobrar alguma parte do 13º, uma boa opção é reservar para uma emergência.

Desta forma, é possível passar por imprevistos – sejam positivos ou negativos, mas sem se endividar. 

13º salário de 2020 já foi pago

Importante lembrar que a primeira parcela do abono foi pago entre 24 de abril e 8 de maio e a segunda foi depositada entre o dia 25 de maio e 5 de junho.

A antecipação deste ano aconteceu devido à pandemia causada pela covid-19.

A intenção do Governo Federal era de que o recurso fosse utilizado por aposentados e pensionistas durante o período de maior necessidade. 

Proposta 

O Senado também estuda a possibilidade de pagar o 14º salário em 2020, com a justificativa de auxiliar os beneficiários que já receberam o abono e podem vir a necessitar de apoio financeiro devido aos reflexos da pandemia.

Além disso, a proposta também deve beneficiar a economia brasileira, uma vez que garante a continuidade da movimentação do comércio entre os meses de dezembro e janeiro de 2021.

A iniciativa foi apresentada pelo advogado Sandro Gonçalves no dia 29 de maio e, em poucos dias já havia conseguido mais de 20 mil apoios por meio do site do Senado Federal, onde constam as ideias legislativas que podem vir a se tornar sugestão e posteriormente, projeto de lei que é encaminhado à votação.   

Atendimento INSS

Com a reabertura das agências do INSS e o retorno das atividades presenciais, o Instituto Nacional do Seguro Social está priorizando certos atendimentos a fim de evitar aglomeração nas agências.

Sendo assim, os beneficiários devem estar atentos às regras: têm sido feitos principalmente atendimentos voltados aos serviços de perícia médica, avaliação social, cumprimento de exigência, justificação administrativa e reabilitação profissional.

Mas saiba que, se você precisa de outros atendimentos como agendamentos, por exemplo, não é preciso sair de casa: basta acessar os canais virtuais.

Dentre eles, está disponível o aplicativo Meu INSS e a Central 135.

Para ampliar o atendimento neste momento, o INSS informou ainda que está em processo de contratação de mais uma central para melhorar o atendimento pelo telefone 135.

A expectativa é de que seja aumentado 30% a capacidade de atendimento através do canal.

Além disso, o INSS tem realizado reagendamentos automáticos e segurados estão sendo avisados por meio de ligações, sendo assim, é importante manter os dados de contato atualizados junto ao cadastro que pode ser feito por meio do site Meu INSS. 

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.