13º salário do INSS para aposentados só será liberado após votação do Orçamento

0

A antecipação do 13° dos aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) deverá acontecer, assim que o Congresso aprovar o Orçamento 2021, conforme garantiu o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

“O abono salarial já foi antecipado. Agora, assim que aprovar o orçamento, vai ser antecipado o décimo terceiro justamente dos mais frágeis, dos mais idosos, como fizemos da outra vez”, disse o ministro. Em 2020, o 13° salário do INSS foi antecipado para abril como medida de ajuda à população mais afetada pela pandemia de covid-19.

Guedes participou de audiência da comissão sobre a pandemia do coronavírus no Senado, nesta quinta-feira (25).

O governo já estava sinalizando antecipar o 13° salário do INSS, que antes seria em fevereiro ou março. Entretanto, não pode liberar o pagamento porque o Orçamento para este ano ainda não tinha sido aprovado pelo Congresso Nacional.

Na verdade, o orçamento para 2021, deveria ter sido votado em dezembro de 2020, mas, questões políticas seguraram a votação. Agora, a esperança da equipe econômica é que até nesta sexta-feira (26), o Orçamento 2021 já esteja aprovado pelo Congresso Nacional. A expectativa é que o 13° salário para aposentados e pensionistas seja liberado em abril.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil