14° salário do INSS será liberado?

0

O 14° salário do INSS volta a ser falado novamente, isto porque o governo quer antecipar o pagamento do 13° salário para antes do mês de agosto. Já que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) programou para 2021, de acordo com o Decreto 10.410, a antecipação da primeira parcela para o mês de agosto e a segunda parcela para o mês de novembro.

Entretanto, a equipe econômica deseja que a primeira parcela seja paga em fevereiro e a segunda em março.

Muitos aposentados ficaram sem dinheiro no final do ano passado, isso porque em 2020, por causa da pandemia do novo coronavírus, o 13° foi antecipado entre os meses de abril e junho.

E se novamente acontecer a antecipação para antes do mês de agosto, em dezembro de 2021, o aposentado ficará novamente sem o dinheiro extra.

Através do Projeto de Lei n° 3657, de 2020, que precisa ser apreciado e aprovado e votado, para que possa ser permitido o pagamento do 14° salário aos aposentados e pensionistas do INSS.

Lembrando que o PL foi uma inciativa do senador Paulo Paim (PT-RS) para a liberação do 14° salário em 2020, o que acabou não acontecendo.

A expectativa, é que em 2021, o PL possa ser aprovado e liberado o pagamento do dinheiro extra no final do ano.

Segundo o senador, os aposentados e pensionistas do INSS receberiam o 14º salário emergencial em razão da pandemia da covid-19. Ele também falou que o benefício, além de socorrer os idosos, que constituem grupo de risco, poderá funcionar como uma “injeção de recursos na economia”, especialmente na dos municípios.

Edição de Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil