3 dicas para os contadores ampliarem o faturamento do seu escritório

0
Designed by @ijeab / freepik

Segundo dados recentes fornecidos pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC), o Brasil possui mais de 518 mil profissionais contábeis. Apenas o estado de São Paulo é responsável por 29% do total e representa 150 mil contadores.

Desse modo, apresentar novas soluções e ofertar novos serviços para os clientes, se torna providencial para os especialistas se diferenciarem no mercado de trabalho.

De acordo com Beatriz Antibero, sócia fundadora da Ulend, algumas oportunidades inovadoras podem contribuir diretamente para o escritório. A seguir, a empreendedora destaca 3 dicas para os contadores ampliarem o faturamento do seu escritório:

Atendimento Massificado e Personalizado

Um dos maiores desafios do escritório de contabilidade é gerenciar todos os contatos e demandas que possam surgir dos prospects e clientes. Para resolver esse desafio, algumas alternativas, como, por exemplo, criação e desenvolvimento do chatbot pode auxiliar no processo.

A ferramenta permite atender de maneira massificada e personalizada todos os clientes e, além disso, traçar alguns padrões entre interesses.

Designed by @ijeab / freepik

Segundo uma pesquisa apresentada no Ecossistema Brasileiro de Bots, o volume de bots já criados no Brasil mais do que triplicou de um ano para cá: 61 mil chatbots.

Utilizar Inteligência Artificial

O termo está cada vez mais em evidência no mercado, mas utilizar uma ferramenta de Customer Relationship Management (CRM) pode facilitar o entendimento da sua base de clientes. Além disso, alguns processos podem ser realizados de forma automatizada, tendo em vista que algumas funções podem ser automatizadas.

Oferecer novos serviços para os clientes

Dado que os escritórios de contabilidade possuem um histórico da vida financeira e econômica da empresa, os mesmos conseguem encontrar recursos de fontes alternativas para não ficar dependentes 100% do crédito bancário que possui um alto valor de juros. Uma nova alternativa para apresentar ao cliente, seria o modelo Peer to Peer Lending. 

Ele se caracteriza como o empréstimo entre pessoas, através da utilização da plataforma na web para captação e distribuição de valores, sem a intervenção de uma instituição financeira tradicional.

Desse modo, os profissionais conseguem auxiliar os clientes, reduzindo os custos com juros exacerbados e gerar uma nova fonte de receita para o escritório.