3 erros de gestão financeira que podem fechar sua empresa

Fazer a gestão financeira da sua empresa é um problema para você?

0
438

É muito comum ouvir queixas de donos de negócios que não conseguem entender como vendem muito, mas continuam fechando o mês no vermelho.

Isso normalmente acontece porque eles estão cometendo erros clássicos de gerenciamento, mas não percebem. Saber identificar quais são as falhas na gestão é o primeiro passo para diminuir as chances da sua empresa fechar.

Por isso, vamos apresentar quais são os três maiores erros de controle financeiro que pequenos empresários cometem. Confira:

1. Misturar contas empresariais e pessoais

Não separar as contas pessoais das empresariais é sem dúvida um dos piores erros de gestão financeira que um empreendedor pode cometer. Quando isso acontece, é comum perder o controle das finanças e provocar o surgimento de inúmeros problemas.

O principal reflexo dessa prática pode ser percebido no fluxo de caixa da empresa. Afinal, quando o gestor retira dinheiro de maneira descontrolada, ele faz com que o negócio não tenha recursos suficientes para arcar os seus próprios custos.

Nesse momento, é comum que o empreendedor se depare com duplicatas em atraso, pagamentos de juros elevados e precise solicitar empréstimos bancários. O que poderia ser uma solução viável, se houvesse uma gestão financeira eficiente.

A situação pode se tornar mais preocupante quando o gestor precisa vender o seu patrimônio pessoal para pagar despesas da empresa. Essa atitude é extremamente arriscada, pois ele dificilmente terá o retorno do investimento realizado.

A questão é: existe uma solução para isso? Felizmente, existem práticas que ajudam no controle das finanças pessoais e empresariais. Um exemplo disso é o pró labore, que consiste na definição de um salário fixo mensal para o empreendedor. O que evita retiradas excessivas do caixa da empresa.

2. Não elaborar um fluxo de caixa para a gestão financeira

Por incrível que pareça, ainda encontramos gestores que não sabem informações básicas sobre o seu negócio. Nesses casos, tomam decisões às cegas e que prejudicam o sucesso do empreendimento.

Normalmente, isso acontece nas empresas que não adotam o fluxo de caixa. Essa ferramenta financeira é a responsável por controlar cada centavo e gerar informações importantes como:

  • Valores disponíveis que a empresa tem;
  • Receitas mensais;
  • Principais despesas do negócio.

Mas isso não é tudo, um fluxo de caixa bem detalhado pode fornecer dados estratégicos sobre o histórico de pagamento dos fornecedores e de clientes. Isso faz com que o empreendedor tenha uma base sólida e confiável para fazer projeções e tomar decisões no futuro.

A boa notícia é que essa ferramenta é fácil de ser alimentada e pode ser feita à mão, na planilha do Excel ou em aplicativos financeiros. O ideal é que o empreendedor inclua informações diariamente sobre a empresa. Isso fará com que o fluxo de caixa seja fiel à situação financeira da empresa.

Para tornar o processo mais fácil, é possível recorrer a serviços de terceirização das rotinas financeiras. Eles são oferecidos por empresas especializadas nessa área por um valor acessível e com um excelente custo-benefício para o empreendedor.

3. Falta de controle das contas a pagar e receber

Outro erro comum de gestão financeira é não fazer o controle das contas a pagar e receber. O principal motivo disso é que, quando você atrasa o pagamento das duplicatas, terá que arcar com altas taxas de juros e multas que podem acabar com os seus lucros.

Além disso, provavelmente a sua empresa ficará com um histórico negativo no mercado. No longo prazo, será extremamente difícil você conseguir crédito para comprar mercadoria com boas condições para pagar.

Por outro lado, quando você não tem controle das contas a receber, terá que lidar com endividamento e a perda da lucratividade. Somado a isso, tem o fato de que o empreendedor não terá uma base de dados sólida para realizar a cobrança dos devedores.

A solução ideal para esse tipo de problema é simples. Tudo que você precisa fazer é adotar uma ferramenta de gestão financeira que tenha a funcionalidade de contas a receber e a pagar.

Mas atenção, para que ela seja realmente útil é preciso que você se comprometa a alimentá-la diariamente. Também é necessário que o empreendedor consiga extrair informações sobre valores e prazos relacionados ao pagamento ou recebimento de valores.

Agora que você descobriu quais são os maiores erros de gestão financeira, as chances da sua empresa fechar as portas podem diminuir consideravelmente. Para isso, é preciso cuidar para não cometer esses erros clássicos de Controle Financeiro e investir seu tempo no desenvolvimento da sua empresa.

Coloque em prática todas as nossas dicas de como solucionar cada um desses erros. Como são atitudes simples e práticas, você não terá dificuldades em implantá-las no seu negócio hoje mesmo.

Fonte: ContaAzul