Nesta quinta-feira (20), foi divulgado que o auxílio emergencial foi pago para 30,2 milhões de domicílios do Brasil. A conclusão dos dados foram da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Covid (Pnad Covid-1), que é divulgada mensalmente pelo IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Auxílio Emergencial

Por auxílio emergencial, a pesquisa leva em conta ajudas financeiras do governo referentes ao período da pandemia.

No mês de junho, 43,0% dos domicílios brasileiros recebiam algum tipo de auxílio emergencial. Já no mês de julho, o percentual de lares contemplados chegou a 44,1%.

Segundo informações do Pnad Covid-19, o benefício era de R$ 885 por domicílio. Subindo para R$ 896 no mês de julho. A pesquisa analisou o Auxílio Emergencial de R$ 600 e o benefício emergencial de preservação do emprego e da renda.

As regiões Norte e Nordeste são as com maior índice de domicílios que recebem algum tipo de auxílio emergencial referente à pandemia do novo coronavírus.

O Norte possui 60,6% dos domicílios recebendo alguma ajuda. No Nordeste, em julho, o percentual de domicílios que receberam foi de 59,6%.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil