5 dicas para ajudar a aumentar o limite do cartão de crédito

0
397

Se tem algo nessa vida que exige muita disciplina é o uso do cartão de crédito. O seu excesso sem controle pode ocasionar muitas dívidas, algumas sem fim.

Para quem consegue administrar, aumentar o limite é sempre um desejo.

Como aumentar o limite do cartão de crédito? Se você já se pegou pensando nessa interrogativa é porque precisa de além do que pode. No entanto, é preciso ficar atento aos métodos que são utilizados para conseguir tal feito.

O primeiro limite costuma sempre ser abaixo do que o esperado, ainda mais se a sua renda mensal for pequena. Na maioria das vezes as empresas calculam os limites com base na renda mensal do cliente.

Como o limite do cartão de crédito é definido?

Muita gente tem dúvida de como os bancos ou empresas costumam estipular o limite do cartão de crédito, principalmente em sua primeira experiência.

Para esses casos, são considerados alguns fatores, como:

– Renda pessoal;

– Capacidade de pagamento;

– Comprometimento da renda.

Ao solicitar, o seu pedido passará por análise e você poderá ter de entregar algumas documentações para comprovar, ou então o banco vai analisar pelas suas últimas transações.

Se você costuma sempre pagar em dia e tem movimentações frequentes, certamente terá o pedido autorizado.

O limite será imposto de acordo com essas variáveis. Uma coisa é certa: o banco não costuma entregar um limite, de primeira, maior do que a sua renda mensal.

Ele poderá aumentar com o tempo, mas inicialmente, será de acordo com as sua realidade.

O primeiro limite costuma ser de até 30% do valor da renda mensal. O limite máximo vai sendo conquistado de acordo com o bom relacionamento com o banco.

A partir daí, você pode se perguntar: mas qual é o limite ideal? O limite ideal será sempre aquele dentro do seu alcance, onde se você atingir o total terá capacidade de pagar a fatura na íntegra.

5 dicas para aumentar o limite do cartão de crédito

Após passadas as primeiras experiências com o limite inicial, chega a hora de querer aumentar. Se você tem condições e se considera apto, disciplinado para tal, tente com o seu banco ou empresa.

Para ajudar, confira abaixo algumas dicas de como aumentar o limite do cartão de crédito. Mas, aqui já vai uma dica bônus: não se precipite!

#1 Atualize a renda

A primeira dica de como aumentar o limite do cartão de crédito é deixando a sua renda mensal sempre atualizada. O banco somente irá conceder o aumento mediante a comprovação de renda.

Há, pelo menos, quatro formas de comprovar a sua renda:

  • holerite/contra-cheque;
  • decore;
  • declaração de Imposto de Renda;
  • carteira de trabalho.

Faça essa atualização anualmente, pois se o seu banco estiver com dados antigos, possivelmente não aceitará o seu pedido, tampouco aumentará de maneira automática.

Isso porque em alguns casos, o próprio banco concede um aumento gradativo, sem você ter de pedir.

#2 Pague sempre em dia

Se para calcular o primeiro limite ou aceitar a solicitação para ter um cartão de crédito o banco analisa a sua capacidade de pagamento, para conceder um aumento de limite essa regra também permanece.

O banco vai analisar se você é um cliente comprometido, principalmente com datas de vencimento.

Por isso, pague em dia as suas faturas. Evite o pagamento em atraso, que gera juros, alguns até altíssimos.

Essa ação certamente deixará o seu relacionamento com o banco ainda melhor e as suas chances de ter o aumento do limite maiores.

Além disso, pagar em dia ajuda a não acumular dívidas. Faça um planejamento financeiro para não criar uma bola de neve.

Uma boa opção, para esses casos, pode ser o débito automático, que tira a sua preocupação com data de vencimento. Mas cuidado com o valor total.

#3 Utilize sempre boa parte do seu limite

Outro fator que será analisado pelo seu banco é a usabilidade. Portanto, se você quer aumentar o limite do cartão de crédito, utilize sempre, pelo menos, mais da metade do valor do seu limite atual.

Essa regrinha é bem simples. O banco quer saber se realmente há motivos para você pedir um aumento de limite, ou seja, se você costuma utilizar bastante.

Ele, assim, entenderá que aquele valor já não é mais o suficiente para você, e irá considerar o seu pedido.

#4 Aumente o seu score

Para quem não conhece, o score nada mais é do que um sistema que mede as chances de um cliente de pagar uma dívida futura, por meio de pontuação.

A variação ocorre de zero a mil pontos, classificando como um bom ou mau comprador.

Para conseguir aumentar a pontuação do seu score, deixe os seus dados sempre atualizados, além de ter algumas contas importantes no seu nome, pagas sempre em dia.

#5 Faça o pedido regularmente

A última dica é fazer a solicitação frequentemente. Mesmo que a primeira devolutiva seja negativa, insista daqui a seis meses, pois o banco verá que há realmente o interesse e buscará analisar quais são as necessidades.

No entanto, evite fazer pedidos com menos de três meses, uma vez que o banco sempre solicitará os comprovantes, como o de renda mensal dos últimos meses. Dê um tempo de mais de 90 dias entre uma solicitação e outra.

Além disso, mantenha sempre um bom relacionamento com o seu banco. Evite problemas e seja o mais diplomata possível. É claro, sempre dentro dos seus direitos.

Estabelecer um bom diálogo e ter bom relacionamento é essencial. Você será enxergado como um cliente preferencial, e em alguns casos terá prioridade.

Conteúdo por Mateus Carvalho via Financeone