“Casa de ferreiro, espeto de pau”: esse velho ditado, que tanto conhecemos, pode ser bastante adequado para um escritório de contabilidade que não possui um bom planejamento financeiro.

Se você é um profissional que cuida da vida financeira dos seus clientes, seu escritório deve possuir disciplina nessa área. Isso é importante não apenas para a saúde das finanças do seu negócio, mas também para transmitir uma imagem de organização e qualidade do serviço.

Quer saber mais sobre o assunto? Confira 5 dicas para cuidar do planejamento financeiro do seu escritório de contabilidade a seguir!

1. Precifique seus serviços corretamente

Um problema muito comum em negócios de qualquer setor é a dificuldade em precificar os próprios serviços. É muito comum que o empresário tenha dúvidas nessa área e acabe cobrando menos para realizar trabalhos difíceis. Com isso, você acaba levando prejuízo.

Um trabalho de consultoria contábil deve levar em consideração o valor da mão de obra, o material usado, a taxa de deslocamento, o aluguel do escritório, entre outros custos. Se isso não for repassado para o cliente, acabará afetando a sua margem de lucro e prejudicando o seu resultado.

2. Faça uma estimativa de vendas

Para realizar um bom planejamento financeiro, você deve levar em consideração o cronograma de vendas do seu escritório. Baseado no trabalho realizado em anos anteriores, é possível saber quais são as épocas de maiores demandas (aquelas em que você pode precisar fazer investimentos).

Um momento reconhecidamente positivo para os escritórios de contabilidade é a época de entrega do Imposto de Renda. Normalmente, a procura por esse serviço aumenta muito.

O importante para o seu orçamento é que você consiga ter um mapeamento de como será o seu ano para se programar financeiramente.

3. Cuide bem do seu fluxo de caixa

Como você sabe, é por meio do fluxo de caixa que você tem o controle de todas as receitas e despesas do seu escritório. Para que a saúde financeira esteja em dia, é importante que o número de entradas seja sempre maior que  o de saídas.

O controle ideal do fluxo de caixa é aquele que é feito diariamente. Mas, dependendo do seu segmento de negócio, o controle pode ser feito a cada semana. É fundamental que o prazo não seja maior do que o semanal, para que você se mantenha organizado.

4. Não misture finanças pessoais com as do escritório

É comum que empresários misturem as finanças pessoais com as do escritório. O grande problema é que esse hábito, além de desorganizar as contas do negócio, pode mascarar situações que precisam de atenção.

Se você usa dinheiro pessoal no seu escritório, pode estar camuflando alguma dificuldade de caixa que poderá se tornar irreversível no futuro. Tome bastante cuidado com esse ponto.

5. Adote um software de gestão financeira

Atualmente, existem inúmeros softwares especializados em controle financeiro de negócios. Eles permitem uma gestão online das finanças, com a possibilidade de você fazer o  controle à distância e a qualquer momento.

Essa é uma forma eficiente de você ter um controle global da saúde financeira do seu escritório. Por isso, não deixe de considerar essa possibilidade no momento de fazer o seu planejamento!

Via mastermaq

Comente

Comentários

Deixe uma resposta