Contemporary business people working in team in the office

Manter a contabilidade de sua empresa em dia deve estar sempre em suas prioridades. As consequências de algum deslize nessa área são altas: multas por órgãos públicos, processos judiciais, gestão desorganizada, entre outros. Não vale a pena pôr em risco o negócio que você construiu com tanto esforço.

Cursos da área fiscal à partir de R$ 34,25 reais ao mês, clique e conheça

Pensando nisso, separamos 5 erros de contabilidade que você e seu contador precisam evitar. Acompanhe nosso artigo!

1. Lançar valores errados

Na hora de lançar compras, vendas e outros fatos contábeis em sua empresa, a pressão de cumprir os prazos e gerar uma informação pontual para sua gestão pode ser fatal. Sendo assim, um número pode passar despercebido ou ser lançado equivocadamente. Dessa forma, a conta não vai fechar e muito tempo será perdido tentando descobrir onde ocorreram os erros de contabilidade.

Oferta Especial!

Além da dedicação e atenção a serem empenhadas pelo contador, o empresário pode ajudar bastante, enviando a documentação de maneira organizada e clara, a fim de evitar futuras distorções nos dados.

2. Escolher um regime tributário oneroso

Abrir o próprio negócio demanda uma série de escolhas e análises, e uma das mais importantes diz respeito ao regime de tributação em que a empresa será enquadrada. Afinal, é ele que define a obrigatoriedade de algumas declarações — e, principalmente, o pagamento de impostos.

De fato, a carga de obrigações aos negócios brasileiros é pesada, impactando grandes organizações e, ainda mais, as pequenas. Nesse sentido, o regime tributário para abrir empresa não deve lhe impor tributos e burocracia desnecessários, por exemplo.

Portanto, é preciso conhecer melhor os possíveis enquadramentos e saber qual é o mais adequado ao seu caso. Continue a leitura deste post e saiba mais sobre o assunto!

3. Atrasar as obrigações fiscais

Sabemos que uma empresa não vive apenas de seu lucro. Na verdade, qualquer empreendedor precisa lidar com uma série de custos, sendo que, entre eles, existem vários impostos.

Porém, se o estabelecimento não tem recursos disponíveis para quitar seus impostos e pagamentos, o empresário poderá se ver obrigado a ranquear quais serão os tributos mais importantes, e pagá-los de acordo com a disponibilidade de dinheiro.

Nesse contexto, saiba que atrasar o pagamento de suas obrigações tributárias não é a situação ideal.

4. Deixar de constituir uma reserva financeira

Imprevistos acontecem: ação judicial de um cliente ou associado, uma multa por fiscalização de um órgão público, um equipamento quebrado que precisa ser trocado, etc. Para manter sua empresa sempre com um caixa saudável, é interessante estar preparado e constituir uma reserva financeira especialmente para lidar com situações inesperadas.

Pague-se primeiro. No primeiro dia de cada mês, separe um valor para sua reserva financeira. Se está impossível fazer isso no momento, planeje-se para o futuro com a ajuda de seu contador, utilizando um fluxo de caixa projetado

5. Ignorar as demonstrações contábeis

Demonstrações contábeis (também conhecidas como demonstrações financeiras) são um conjunto de técnicas que oferecem um panorama geral da situação financeira de uma empresa em determinado período de análise.

Assim, com ela, a situação financeira pode ser conferida a partir da análise de elementos da contabilidade, tais como o Balanço Patrimonial, a Demonstração de Resultado do Exercício e a Demonstração dos Fluxos de Caixa, entre outros.

Esses elementos representam uma importante ferramenta no auxílio à tomada de decisões por parte dos empreendedores, independentemente da atividade que exercem ou o tamanho de seu empreendimento.

Via Santos Contábil RP

Comente no Facebook

Comentários