Cuidar de processos primordiais como o fluxo de caixa, controle de vendas e gestão tributária tomam muito tempo e esforço, ainda mais quando o trabalho não está bem organizado.

Com tudo acontecendo ao mesmo tempo, nem sempre é fácil manter o controle das responsabilidades e garantir o equilíbrio financeiro ideal.

Mas essa deveria ser a prioridade para qualquer lojista, pois a saúde financeira é condição fundamental para sobreviver e lucrar no mercado.

Para acertar na gestão financeira e contábil, você precisa se familiarizar com a área e contar com as pessoas e processos certos.

Vamos por partes:

  • Os principais erros dos lojistas na contabilidade
  • Soluções eficientes para a gestão contábil
  • Critérios para escolher o serviço de contabilidade
  • Atenção às obrigações fiscais
  • Como a tecnologia e inteligência podem ajudar.

Ao final da leitura, os erros ficarão no passado, e você saberá como melhorar os resultados daqui em diante.

5 erros dos lojistas na contabilidade

Alguns erros dos lojistas são fatais nos resultados financeiros e contábeis da empresa.

Por isso, é essencial prevenir esses deslizes.

Para não correr riscos, confira os 5 principais erros e evite a todo custo.

1.  Falta de controle de vendas

Um dos erros mais elementares no varejo é falhar no controle de vendas, que consiste no registro e monitoramento de tudo que é vendido por período.

É a partir do controle de vendas que o lojista consegue controlar o orçamento, manter o estoque em dia, ficar de olho em fluxo de caixa e capital de giro, bem como identificar padrões, ajustar o mix de produtos e conhecer melhor os clientes.

Além disso, somente uma previsão de vendas acurada pode guiar o planejamento financeiro e contábil da empresa.

2.  Problemas na gestão do estoque

A gestão do estoque é fundamental para gerar o inventário dos materiais e informações precisas sobre entradas e saídas.

Por meio do controle de estoque, é possível ter uma percepção mais clara sobre as vendas e organizar as compras para manter os produtos sempre disponíveis.

Porém muitos lojistas são desorganizados nessa área e acabam enfrentando rupturas no estoque, além de causar problemas fiscais por conta de irregularidades no inventário.

3.  Erros no controle de custos e precificação

A contabilidade de custos é outra área que costuma ser alvo dos erros dos lojistas, que nem sempre se preocupam em analisar os gastos do negócio.

Basicamente, essa função contábil organiza os custos e despesas da empresa, fixos e variáveis, para definir as margens de lucro e contribuição adequadas.

A partir dessa análise, a formação do preço de venda é definida com mais precisão, visando a lucratividade da empresa.

Os erros no processo podem comprometer as receitas e deixar a loja no vermelho.

4. Gestão financeira ineficiente

As rotinas financeiras são de vital importância para manter a saúde do negócio, mas a gestão das finanças ainda é um desafio para muitos lojistas.

Segundo dados do Serasa, publicados na Folha em 2017, um terço das empresas brasileiras enfrentam dificuldades financeiras.

Boa parte desse endividamento é causada pela má gestão, que dificulta tarefas tão básicas quanto o controle de contas a pagar e a receber.

5.  Incompreensão dos dados contábeis

Por fim, a falta de conhecimento dos lojistas a respeito dos dados contábeis é um problema frequente, que prejudica a capacidade de tomar decisões assertivas.

Muitos nem sabem responder se a empresa está dando lucro ou prejuízo, ou se já alcançou seu ponto de equilíbrio.

Logo, compreender a contabilidade gerencial é urgente para retomar o controle financeiro da empresa.

Soluções para a gestão contábil no varejo

Para uma contabilidade eficiente, o único caminho possível é aprofissionalização da gestão, envolvendo pessoas e processos.

O ideal é contar com profissionais competentes e especializados no varejo, além de uma infraestrutura tecnológica que atenda às necessidades financeiras e contábeis da empresa.

Para isso, a loja tem duas opções: contratar uma equipe própria ou terceirizar a gestão financeira e contábil.

A principal vantagem de contar com uma equipe interna é garantir a agilidade e o domínio sobre as informações do negócio, mas os avanços do mercado de BPO (Business Process Outsourcing) financeiro também são animadores.

Isso porque a contratação de empresas especializadas facilita o acesso às últimas tendências e melhores práticas de gestão, além de reduzir custos e construir parcerias de longo prazo.

No caso da contabilidade, contratar um profissional ou empresa continua sendo uma opção segura e viável, ainda mais com a evolução notável do setor.

Para você ter uma ideia, a profissão de contador é a quarta que mais cresce no mundo, com mais de 77 mil empresas e profissionais registrados no Conselho Federal de Contabilidade.

Como escolher o serviço de contabilidade para a loja

Para escolher seu profissional ou serviço de contabilidade, você deve levar em conta três critérios: afinidade com o segmento, experiência e perfil consultivo.

Naturalmente, é uma vantagem contar com profissionais que já entendem do ramo do negócio, enquanto a função de consultoria é obrigatória para contadores modernos.

Contra os erros dos lojistas, o melhor antídoto é ter um contador parceiro para ir além das rotinas burocráticas e contribuir com a gestão do negócio.

Mudanças fiscais para ficar de olho

Entre os erros dos lojistas, também estão as falhas com as obrigações fiscais.

Por isso, é fundamental contratar profissionais que acompanham as mudanças nos impostos.

Atualmente, o Estado avança com o SPED, o Sistema Público de Escrituração Digital que monitora as atividades das empresas em tempo real.

O governo já controla toda a movimentação de entrada, saída e devolução de mercadorias por meio das notas fiscais eletrônicas, fiscalizando de perto para evitar qualquer fraude.

A novidade mais recente foi a obrigatoriedade de enviar informações trabalhistas online pelo eSocial, um sistema dedicado às escriturações previdenciárias e trabalhistas.

Tecnologia e inteligência a serviço da contabilidade

A contabilidade se transformou no mesmo ritmo da Quarta Revolução Industrial, acompanhando tendências como a computação em nuvem, inteligência artificial e Big Data.

Como resultado, temos um novo perfil profissional de contadoresconsultivos, inteirados no mundo digital e prontos para atuar como parceiros estratégicos da empresa.

contabilidade digital já está automatizando tarefas e simplificando processos, para que os profissionais usem seu tempo para contribuir com informações valiosas para o sucesso do negócio.

Assim, os contadores deixaram de agir como despachantes e passaram a oferecer insights para a tomada de decisão dos lojistas.

Esse novo profissional pode ajudar você a dominar os números do negócio, controlar o estoque, definir o público-alvo e aprimorar todos os critérios de gestão.

Para afastar de vez os erros dos lojistas, também há plataformas inovadoras como a Conta Azul, que integra toda a gestão contábil e conecta contadores e empresas em tempo real.

Com um contador de confiança e as ferramentas certas, você terá um braço direito para alcançar objetivos e apoio profissional para melhorar todos os pontos da gestão.

Assim, não haverá espaço para erros na área que define o crescimento do seu negócio.  

Com Conta Azul