62% dos consumidores gerenciam suas finanças pela Internet

De acordo com os resultados do estudo, apenas 17% dos entrevistados consideram que estão suficientemente informados sobre os riscos de usar essas ferramentas.

0

De acordo com um estudo realizado pela ESET, empresa líder em detecção proativa de ameaças, quase dois terços dos consumidores em todo o mundo (62%) usam algum aplicativo ou plataforma financeira – bolsas/carteiras virtuais, ferramenta para gerenciamento de finanças pessoais ou de negociação, entre outros.

No entanto, apenas 1 em cada 5 entrevistados acredita que as informações disponíveis sobre os riscos potenciais de seu uso são adequadas.

A pesquisa global da ESET sobre tecnologia financeira entrevistou 10.000 consumidores no Reino Unido, EUA, Austrália, Japão e Brasil para descobrir seus hábitos e atitudes em relação às aplicações financeiras e os riscos que percebem ao usá-las.

De acordo com os dados do relatório, 57% da população usa aplicativos bancários mais do que antes, e 21% estão mais interessados em administrar suas finanças.

Uma em cada cinco pessoas entre 18 e 44 anos começou a utilizar bancos exclusivamente online devido ao confinamento resultante da COVID-19.

Além disso, um em cada 10 consumidores utilizou uma plataforma de financiamento pela primeira vez em 2020.

Ainda que as informações sobre riscos potenciais sejam consideradas escassas, o nível de confiança nesses aplicativos e plataformas é bastante alto: 58% dos entrevistados acreditam que seu dinheiro e contas estão seguros ao usar carteiras digitais.

Da mesma forma, 50% dos que usam aplicativos de gestão de finanças pessoais também se consideram protegidos e 48% dos que comercializam também confiam nos aplicativos. Destaca-se que 77% dos entrevistados consideram que, em comparação com os aplicativos tradicionais de banco, os apps FinTech são mais fáceis de usar e oferecem uma melhor experiência ao usuário.

Apesar disso, os entrevistados afirmam que usam o Google como lugar preferido de buscas por informações sobre serviços e tecnologias financeiras.

Embora as criptomoedas não sejam tão conhecidas pelo grande público, 30% dos pesquisados se consideram usuários avançados dessa tecnologia, investindo recursos nela.

“A pandemia causada pelo COVID-19 forçou uma grande parte de nossas vidas para a esfera digital, então não é surpreendente que muitos consumidores tenham mudado a gestão de suas finanças para novas tecnologias. No entanto, os resultados de nossa pesquisa mostram que, conforme os consumidores adotam as soluções FinTech, as empresas de tecnologia devem trabalhar para evitar a dependência excessiva de plataformas que podem ser suscetíveis a riscos e ameaças cibernéticas e, assim, garantir que os consumidores sejam educados e informados sobre suas decisões financeiras”, explica  Ignacio Sbampato, diretor de negócios da ESET.

Para saber mais sobre segurança da informação, acesse o portal de notícias da ESET: https://www.welivesecurity.com/br/

Sobre a ESET

Desde 1987, a ESET® desenvolve soluções de segurança que ajudam mais de 100 milhões de usuários a aproveitar a tecnologia com segurança. Seu portfólio de soluções oferece às empresas e consumidores de todo o mundo um equilíbrio perfeito entre desempenho e proteção proativa. A empresa possui uma rede global de vendas que abrange 180 países e possui escritórios em Bratislava, San Diego, Cingapura, Buenos Aires, Cidade do México e São Paulo. Para mais informações, visite www.eset.com/br ou siga-nos no LinkedInFacebook e Twitter.