Um dos pontos cruciais, quando falamos sobre o mercado de trabalho, é estar preparado para que consiga alcançar o seu melhor desempenho.

E atualmente um dos grandes diferenciais em muitas carreiras é a fluência em mais de uma língua. 

Você consegue responder quais são as línguas mais requisitadas no mercado de trabalho?

Muitas pessoas colocariam a língua inglesa no topo dessa lista, e não estão errados.

Mas existem mais idiomas com a mesma relevância, e nesse texto vamos falar justamente disso. 

1. Inglês

O primeiro idioma da lista é também o mais previsível.

A língua inglesa é, sem dúvidas, a língua mais importante do mundo, com mais de um bilhão de pessoas fluentes.

Isso porque a maior potência do mundo, os Estados Unidos, têm o inglês como língua nativa, e por isso alcança as comunidades mais remotas do mundo. 

Além de ser o motivo das grandes negociações econômicas no mundo, a língua inglesa também carrega a importância na parte acadêmica dos estudantes, sendo indispensável para um pós-graduação e, portanto, muito procurada em escola de idiomas.

Mesmo não sendo empregos tão concorridos, o domínio da língua decide quem vai ficar com a vaga de garçom ou secretária, por exemplo. 

2. Espanhol

O Espanhol vem logo após o Inglês no ranking das línguas mais faladas do mundo.

A língua nativa de 44 países, incluindo os que possuem fronteira com o Mercosul, bloco econômico que o Brasil faz parte. 

Por conta disso, boa parte das indústrias nacionais, principalmentes as que trabalham com manufaturadas, tem dependência direta e indireta desses países, e por isso, é importante saber o idioma.

Ao ser fluente em espanhol, as oportunidades de trabalham em empresas multinacionais são grandes, em qualquer campo de atuação. 

3. Francês

A língua francesa se tornou uma habilidade lingüística essencial na economia global, e, com mais de 300 milhões de falantes em mais de 50 países, não é de admirar que encontrar essa língua encantadora seja uma ocorrência quase diária.

Não apenas a língua francesa é considerada uma das línguas mais ricas em termos de presença cultural, como também estabeleceu suas raízes em várias indústrias em todo o mundo, tornando-a uma língua universal.

A França não é apenas o local de nascimento da língua, mas também uma das cinco maiores economias industriais do mundo.

Da agricultura à engenharia e comércio, a França tem uma economia tradicionalmente forte.

O francês é a língua oficial em 29 países , assim como em várias organizações internacionais, incluindo ONU , União Européia , Interpol e União Africana.

Com o idioma sendo falado em muitos países e indústrias, é óbvio que o idioma francês se tornou um ingrediente integral do sucesso corporativo em escala internacional.

Invista em um curso de francês para adquirir uma habilidade linguística que levará você e sua empresa ao próximo nível e se tornará um participante importante na economia mundial.

CLT

Da cultura ao comércio, o idioma é aquele que não apenas o colocará como pioneiro em seu campo profissional , mas que o deixará com um rico senso de pertencer a uma cultura mundial .

4. Mandarim

Um dos idiomas principais para quem trabalha com o comércio exterior.

Isso porque a China é a segunda maior potência no mundo.

Além de ser o nosso principal parceiro comercial, sendo o primeiro na lista de importações e exportações. 

Mesmo que as negociações ocorram na língua inglesa, ter fluência em mandarim pode ser um grande diferencial em seu currículo.

Ainda mais se trabalha na área do comércio exterior. 

5. Alemão 

Um dos idiomas mais complexos para aprender, mas que traz grandes benefícios para quem domina a língua.

Isso porque a Alemanha é um dos países parceiros do Brasil, com grande foco na tecnologia. 

Além disso, falar alemão oferece a oportunidade de estudar no exterior, já que existe oferta de muitas bolsas para os intercambistas brasileiros.

O alemão pode carregar grande importância em seu currículo. 

6. Japonês

Mesmo que também seja complexa, a língua japonesa não deve ser descartada no momento de escolher uma nova fluência para acrescentar em seu currículo. 

Além de possuir grandes relações com o Brasil, dominar o idioma é fundamental para as pessoas que desejam trabalhar no desenvolvimento tecnológico, já que o país trabalha com as áreas tecnológicas de informação, tecnologia aeroespacial, games, nanotecnologia, e outros setores que compõem a área. 

Dessa forma, se for de seu interesse trabalhar nisso, não descarte a língua oriental. 

7. Árabe

Mesmo que não parece ser tão importante, o árabe é a língua que os diplomatas aprendem assim que ingressam no Instituto Rio Branco.

O motivo é bastante claro: o Brasil possui interesse econômico em 24 países com a língua nativa árabe. 

Os engenheiros também podem garantir novas oportunidades, já que o Oriente Médio tem crescido muito ultimamente, principalmente nesse setor.

E assim como acontece com a língua chinesa, o árabe é pouco conhecido, sendo uma das vantagens para os fluentes. 

8. Italiano

Um dos idiomas principais da União Europeia, o italiano é a língua nativa de 34 países.

O Brasil também possui um acordo com a Itália, onde cooperam com cultura, pesquisas espaciais e no desenvolvimento energético. 

9. Português

E por fim, o português!

Assim como o árabe e o mandarim, a nossa língua nativa também tem se tornado bastante popular, graças ao crescimento do Brasil, mesmo nos tempos de crise. 

É uma oportunidade para as pessoas que desejam sair do país e se tornarem professores.

Mas não basta falar o português, é necessário compreender toda a estrutura.

Artigo escrito pela equipe da escola de francês em São Paulo Percursos Idioma