Números, cálculos, legislação e visão estratégica, esses são alguns dos conceitos que envolvem a atuação e os estudos de profissionais da área da Contabilidade. Seja em tempos de prosperidade ou crise, toda empresa necessita de um bom corpo de profissionais contábeis para fechar as contas no final do mês, e fazer com que o sistema financeiro de uma instituição funcione corretamente dentro da lei.

Por toda sua complexidade a área contábil recebe ares de ciência, realizando demonstrações, estudos e análises voltadas a economia, sistemas financeiros e produtividade institucional. Em uma visão geral, a contabilidade permite avaliar, através da observação de variações dentro das empresas, o quão bem as instituições estão utilizando os recursos que possuem.

COMO FUNCIONA O CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS?

Como dito acima a área da Contabilidade passa por conceitos e estruturas científicas, reunindo estudos e disciplinas ligadas à Matemática, Direito, Administração, Economia, Planejamento Estratégico, dentre outros segmentos.

Em um outro texto nós já falamos por aqui um pouco sobre o funcionamento de um curso de Ciências Contábeis, esclarecendo pontos relacionados ao perfil do estudante, a grade básica do curso, os primeiros anos, a conclusão do período da graduação e as atividades práticas relacionadas com a área.

MAS EM QUAIS ÁREAS E COMO ATUA UM PROFISSIONAL DE CONTABILIDADE?

O mercado de trabalho abre muitas oportunidades em empresas públicas ou privadas para o profissional de contabilidade, ao mesmo tempo em que cobra dele muita responsabilidade e compromisso.

Conhecimentos voltados aos números e legislações serão exigidos dos profissionais formados, principalmente por terem influência sobre as decisões de gestão e liderança dentro das empresas. Além disso, um grande diferencial que o profissional pode oferecer ao mercado aumentando sua qualificação, é acompanhar constantemente, e compreender, as questões e atualizações voltadas ao mercado financeiros e o cenário econômico nacional e mundial.

Para iniciar a atuação no mercado de trabalho, o recém-formado em Ciências Contábeis precisa antes passar por um exame que garante o registro no Conselho Federal de Contabilidade (CFC). Segundo números divulgados pelo Conselho, o Brasil conta atualmente com mais de 520 mil profissionais, distribuídos em mais de 15 áreas diferentes, dentre elas: Ambiental, Atuarial ou Previdenciária, Bancária, Comercial, Industrial, De Recursos Humanos, De Seguros, De Transportes, Financeira, Fiscal, Hospitalar, Hoteleira, entre outras. A seguir, vamos falar mais sobre essas áreas.

PROFISSÃO: CONTADOR

Talvez a mais tradicional e conhecida atuação dos profissionais de contabilidade seja a de Contador, podendo aí executar suas demandas em diversos locais como empresas ou escritórios.

O Contador é o responsável por realizar atividades de lançamento de notas, calcular os impostos a serem pagos pelos clientes atendidos pelo escritório ou pela própria empresa, controlar a receita da instituição, e orientar de forma detalhada os departamentos de gestão e liderança quanto à situação fiscal e financeira da empresa.

O profissional contador que atua em escritórios, pode também atender empresas de diversos setores como hospitais, escolas, comércios, prestando assessoria, realizando declaração de imposto de renda, planejamento tributário e registros contábeis da empresa cliente.

PROFISSÃO: ANALISTA

O profissional de contabilidade pode atuar também como Analista Contábil ou Financeiro, no entanto, precisa antes estar registrado também no Conselho Regional de Contabilidade (CRC), se tornando apto a desempenhar as funções do cargo.

Como Analista, você poderá atuar em empresas de pequena, médio e grande porte, oferecendo análises e demonstrações de relatórios contábeis ou financeiros da empresa, permitindo assim que os setores de gestão da entidade possuam informações corretas e atualizadas quanto à situação fiscal na qual se encontra. Assim, os diretores têm mais condições de tomar decisões assertivas em relação a empréstimos, financiamentos bancários e compras de outros negócios.

O trabalho do Analista Financeiro permite também a orientação quanto ao regime tributário mais indicado para ser adotado por uma instituição, avaliando os números relacionados aos lucros e prejuízos que a empresa possui.

Dessa forma, um Analista Contábil trabalha basicamente em três áreas de análise, dentro de uma companhia: análise de crédito, análise de investimento e análise de desempenho.

PROFISSÃO: AUDITOR

Outra área na qual o profissional de contabilidade pode atuar é como Auditor, podendo aí escolher entre dois cenários diferentes: Auditoria Interna ou Auditoria Externa.

O Auditor Interno acompanha os processos da empresa, analisa os dados contábeis e garante que os procedimentos dentro da companhia sigam os ritos previstos pela lei, sendo um profissional contratado de forma fixa na empresa. Por outro lado, o Auditor Externo é contratado para atuar temporariamente dentro de uma instituição, realizando as mesmas análises do Auditor Interno, quanto à legalidade dos processos desempenhados pela entidade. A contratação de um Auditor Externo é, geralmente, realizada para garantir a credibilidade da empresa, ou atuar no processo de compra da mesma.

Ou seja, o trabalho de Auditoria Contábil tem a função de realizar a avaliação minuciosa da aplicação dos recursos financeiros da empresa, verificar registros, analisar como os recursos são administrados e utilizados, até identificar falhas no controle do dinheiro.

Dentro da área de Auditoria, o Conselho Federal de Contabilidade cita também a possibilidade de atuação em Auditoria Ambiental, Contabilidade Ecológica, Investigação de Fraudes Contábeis, entre outras.

PROFISSÃO: CONSULTOR FINANCEIRO

O cargo de Consultor Financeiro é também uma opção de atuação para o profissional de contabilidade. Nesse caso, ele pode trabalhar tanto como contratado por um escritório que desempenha atividades de consultoria a empresas específicas, como também pode atuar como um profissional autônomo e gerir seu próprio negócio. Em um outro texto aqui já falamos um pouco sobre quais os desafios e competências que um profissional de contabilidade precisa desenvolver e enfrentar, na busca por abrir e gerenciar seu próprio negócio, vale a leitura.

O mercado de trabalho abre diversas oportunidades aos consultores financeiros, que podem atuar em áreas de finanças, tributos, comércio exterior, contabilidade internacional, análise financeira, entre outras.

Seja de forma autônoma, ou atendendo empresas para escritórios, o Consultor Contábil irá aconselhar os clientes em relação à forma de gerenciar seus recursos financeiros, em função de recolhimento de impostos.

PROFISSÃO: PERITO CONTÁBIL

O profissional de contabilidade pode optar também por atuar na área de Perícia Contábil, um cargo de extrema importância para a sociedade, pois trabalha na comprovação de desvios ou utilização indevida de recursos financeiros, seja por empresas ou por órgãos públicos.

Um Perito Contábil pode trabalhar através de um contrato por meio de empresas que estejam envolvidas em processos judiciais, devendo, nesse caso, atuar na análise das provas e busca de informações necessárias para apoiar o caso. Muitas vezes a atuação do Perito envolve análise de finanças de bancos, condomínios, empréstimos, etc., exigindo sempre ética e transparência no desempenho das suas atividades.

PROFISSÃO: GERENTE FINANCEIRO

Além de áreas de Contador, Analista, Auditor, Consultor ou Perito, o profissional da contabilidade possui diversas opções para cargos de gestão, como é o exemplo do Gerente Financeiro.

Talvez seja o cargo que demande maior experiência, dentre os citados aqui nesse texto, pois exige dos contadores a capacidade de realizar análises de relatórios e interpretar dados que serão passados aos setores de liderança da empresa. O Gerente Financeiro é responsável pela saúde financeira da empresa, sempre atento às possíveis falhas nos processos.

Será cobrado do Gerente, o conhecimento atualizado sobre a legislação tributária e fiscal, informando aos gestores a importância e o motivo do pagamento de determinados impostos, bem como a apresentação de benefícios fiscais, e como eles podem ser aplicados no negócio em que atua.

PROFISSÃO: CONTROLLER

O profissional de contabilidade que pretende atuar como Controller, precisará antes passar por alguns níveis de especialização em mestrado ou doutorado, além de necessitar de conhecimentos em línguas estrangeiras e desenvolver capacidades para a tomada de decisões estratégicas dentro de uma empresa.

O Controller é encarado, muitas vezes, como um dos cargos mais altos dentro de uma organização de grande porte ou de uma multinacional, se encontrando apenas abaixo dos diretores e donos de uma empresa.

Em um outro texto, já falamos aqui sobre a atuação e os desafios de um Controller, mas resumindo, é o profissional que vai administrar as questões tributárias e financeiras dentro de uma empresa, auxiliando processos de compra e venda da mesma, buscando informar os gestores quanto a questões relativas às finanças da empresa, analisando custos de contratação ou demissão, entre outras atividades.

ATUAÇÃO EM ÓRGÃOS PÚBLICOS

Além da atuação em empresas, em escritórios e projetos autônomos, o Contador tem a oportunidade de trabalhar também em órgãos públicos, através de concursos para Prefeituras, Governos Estaduais, Tribunal Regional do Trabalho, Tribunal de Contas, Ministério Público, entre outros.

No setor público os contadores são responsáveis por manter contas em dia, fazer relatórios, analisar dados financeiros, analisar dados orçamentários, entre outras atividades, sempre mantendo os processos dentro do que é permitido e exigido pela lei.

NÚCLEO DE APOIO CONTÁBIL E FISCAL

Dentre as atuações do Contador, existe o serviço oferecido pelo Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal (NAF), um projeto desenvolvido pela Receita Federal em parceria com Instituições de Ensino Superior, que buscam oferecer serviços contábeis e fiscais, de forma gratuita, voltados para pessoas físicas e jurídicas de menor poder aquisitivo.

De acordo com a Receita Federal, existem mais de 260 Núcleos espalhados pelos 26 estados brasileiros, além de unidades localizadas no exterior. Os NAF’s não substituem um escritório de contabilidade, no entanto, auxiliam no trabalho realizado pela Receita, e tornam mais acessível o serviço contábil e fiscal oferecido às comunidades.

QUERO SER UM PROFISSIONAL DE CONTABILIDADE

Segundo o mais recente Censo da Educação Superior, o Brasil conta com mais de 355 mil alunos matriculados em cursos voltados à área da contabilidade. Mesmo com instabilidades, crises e recessões, o mercado de trabalho se mantém estável para as Ciências Contábeis, pois as dificuldades econômicas exigem soluções, muitas vezes encontradas no trabalho desempenhado por um bom contador, cortando custos sem perder a qualidade e a produtividade.

DICA EXTRA: O primeiro passo para contadores

Atenção você contador ou estudante de contabilidade, o trabalho para seguir com sucesso na carreira profissional é árduo, inúmeros são os desafios que vamos precisar superar nessa jornada. Mas tenha em mente que o conhecimento é o maior bem que você pode ter para conseguir conquistar qualquer que seja os seus objetivos. Exatamente por isso apresentamos para você o curso CONTADOR PROFISSIONAL NA PRÁTICA, o curso é sem enrolação, totalmente prático, você vai aprender todos os processos que um contador experiente precisa saber.

Aprenda como abrir, alterar e encerrar empresas, além da parte fiscal de empresas do Simples Nacional, Lucro Presumido e MEIs. Tenha todo o conhecimento sobre Contabilidade, Imposto de Renda, SPED e muito mais. Está é uma ótima opção para quem deseja ter todo o conhecimento que um bom contador precisa ter, quer saber mais? Então clique aqui e não perca esta oportunidade que com certeza vai transformar sua carreira profissional!

Conteúdo original Grupo Unis