Está sem ocupação ou quer melhorar a renda? Independente da área de atuação, trabalhar em casa já faz parte da realidade de muitos brasileiros.

Home office, freelancer ou trabalho remoto, o segmento é classificado de várias maneiras, mas todas trazem uma certeza: trabalhar em casa e pela internet, é sim, uma alternativa a ser considerada.

Vem descobrir porquê e saiba como obter um dinheiro extra em meio a crise!

Desde que o mundo foi surpreendido com uma pandemia que transformou os modos de produção e a rotina de centenas de milhares de pessoas, trabalhar em casa se tornou a realidade de muitos

Grandes e pequenas empresas já falam em manter 100% das atividades em home office, enquanto outras planejam formas de rodízio de colaboradores.

Isso porque é mais barato e efetivo para as companhias manter os funcionários em casa.

Trabalhar em casa é uma via de mão dupla: favorece tanto o empregador quanto o funcionário.

Flexibilidade de horário, redução de gastos em transporte e alimentação, conforto e comodidade, maior qualidade de vida e menos pressão, são apenas alguns dos benefícios do home office

Mas, se diferente de algumas pessoas que já estão trabalhando em casa, você ainda está sem uma ocupação ou deseja aumentar a renda, começar um negócio na sua própria residência pode ser uma ótima alternativa para enfrentar a crise.

Já se imaginou acordando na hora que quiser e sendo o seu próprio chefe? Saiba que isso é possível!

Quer saber mais sobre o assunto? Continue lendo o artigo para conferir 9 ideias para trabalhar em casa e abra o seu próprio negócio agora mesmo!

Ganhe dinheiro em casa com edição de vídeos

A atual realidade, fez com que muitas empresas procurassem desenvolver atividades através da Internet, e em muitos casos na gravação e edição de vídeos.

Até pequenos negócios estão desenvolvendo estratégias online.

Dessa forma, a demanda por serviços de edição de vídeos aumentou bastante. 

Assim, você ganhar dinheiro em casa com edição de vídeos.

Venda artesanato e artigos de decoração 

Nessa época de pandemia e isolamento social, o e-commerce veio para desmistificar que um negócio só vai para a frente se tiver um estabelecimento atraente.

Porém, é importante frisar que ao vender online, o mercado digital se torna uma espécie de vitrine e essa vitrine precisa ter uma boa aparência. 

Monte sua loja virtual, divulgue seus produtos nas redes sociais – e venda através delas – participe de bazares e grupos de vendas online.

No caso dos artesanatos e artigos de decoração, você pode se especializar em um ramo específico, como lembrancinhas para aniversários e chá de bebê ou ainda produzir decorações para ambientes rústicos e até corporativos.

Para concretizar as vendas de forma satisfatória é importante publicar fotos mostrando todos os ângulos dos produtos, especificar quais os materiais utilizados e tirar todas as dúvidas do comprador.

Além de sempre cumprir o prazo de entrega.

Veja também: sites para ganhar dinheiro

Aposte no ramo de alimentação 

Tanto por um site e rede social próprios quanto por aplicativos de entrega de comida, o ramo de alimentação é um dos mais populares quando se pensa em venda pela internet. 

Em todas as opções é possível disponibilizar o cardápio, o que inclui como o prato é preparado e até o tempo de chegada até a casa do cliente. 

Entre os nichos de maior sucesso dentro deste ramo, encontramos bolos e doces para festas, pratos fitness e veganos e também marmitas. 

Independente da sua escolha, é imprescindível ter os ingredientes à disposição na sua casa e uma cozinha organizada para não deixar nenhum pedido passar despercebido. 

Fique atento as encomendas mais rigorosas, principalmente aquelas que pedem a retirada de algum ingrediente.

Divulgue os pratos nas redes sociais e se certifique que eles sejam entregues bem embalados para o cliente e cheguem sempre quentinhos.

Aulas de idiomas estão sempre em alta

Muito procurado por pessoas de todas as idades, os cursos de idiomas são essenciais para quem busca alavancar a carreira e alcançar novas oportunidades. 

Pensando naqueles que têm uma rotina corrida, algumas pessoas fluentes em línguas estrangeiras passaram a oferecer aulas online, diretamente das suas próprias casas, de forma prática e por preços mais acessíveis

Se você pensa em utilizar sua fluência para dar aula de algum idioma, há duas possibilidades: optar por plataformas que conectam os alunos aos professores, como a Superprof, por exemplo, ou oferecer as aulas via Skype e outras plataformas de chamada de vídeo. 

Você pode cobrar por cada aula ou fazer pacotes de mensalidades.

O pagamento normalmente é realizado via transferência bancária, boleto ou depósito.

E claro, nunca deixe a divulgação para a última hora: utilize as redes sociais ao seu favor.

Faça consultoria online

Bem mais práticas que as presenciais, as consultorias online podem ser realizadas via Skype, Hangouts e até WhatsApp.

Ao trabalhar remotamente, você ganha mais autonomia para gerenciar seus horários e até quantos clientes irá atender por dia. 

Você pode fornecer serviços de consultoria para qualquer segmento do mercado.

Treinos de exercícios físicos, emagrecimento, auxílio para empreendedores e administradores, se você é especialista em algum assunto, a consultoria online pode ser uma ótima alternativa.

É importante contar com um software para gestão de projetos e acompanhamento de cada cliente.

A consultoria virtual deve levar confiança e credibilidade ao cliente, então o recomendado haja investimento em tecnologias de segurança online

Venda roupas e acessórios

Neste tópico, precisamos dar ênfase em um fator específico: a experiência visual do usuário é tudo.

Diferente das lojas, onde os clientes podem experimentar roupas e acessórios, trabalhar com esse segmento online requer uma atenção dobrada nas fotos e nas descrições dos produtos. 

Publique fotos e vídeos de qualidade, mostrando os detalhes das roupas e dos acessórios, lembre-se de informar quais os tamanhos disponíveis e quais os materiais utilizados na fabricação. 

Acredite no potencial das redes sociais, principalmente no Instagram.

A plataforma oferece a possibilidade de levar o cliente diretamente para o site da loja, para que ele obtenha mais informações e complete a compra.

Também é interessante compartilhar conteúdos como dicas de vestuário e curiosidades sobre moda. 

Aqui também é possível optar por nichos mais fechados, que vão desde roupas de banho e vestuário infantil até acessórios masculinos e lingeries. 

Seja um redator freelancer

Gosta de escrever e já teve um texto elogiado por alguém? Então, talvez ser redator freelancer é a opção ideal para você.

Nesse tipo de trabalho, o profissional recebe por tarefa realizada e não precisa aceitar todas as pautas que são oferecidas. 

A flexibilidade de ser um redator freelancer torna a vida profissional menos maçante e traz mais autonomia.

Ao escrever, seja sobre qualquer tema, você está não só ensinando outras pessoas, mas também aprendendo. 

O Brasil já conta com centenas de redatores freelancers, então é normal que no começo seja difícil se destacar no mercado. 

É recomendado criar um portfólio online, para mostrar todos os trabalhos já realizados por você; aumentar o networking através de feiras e grupos de vagas; escolher apenas demandas que tenham prazo de entrega favorável e paguem um preço justo; nunca entregar tarefas mal feitas ou atrasadas; ser prestativo com o cliente; e nunca deixar de estudar

Trabalhe como programador

É formado em áreas de tecnologia ou só tem bastante domínio no segmento? Trabalhar em casa como programador já se tornou a realidade de muitos e não faltam motivos para isso. 

Para ser um programador de sucesso o ideal é, antes de tudo, escolher sua área de atuação.

Quais são as linguagens de programação que você domina? Back-end, front-end, sistemas web ou mobile? 

Assim como o redator freelancer, é o programador remoto que escolhe quais projetos irá atender e quanto do seu tempo dedicará a ele.

Procure fazer contratos que descrevam em detalhes o que será feito e o prazo de entrega. 

Como este é um segmento muito amplo, aqui vai uma dica: se você é fluente em outros idiomas, principalmente o inglês, aproveite para buscar trabalhos no exterior

Gestão de redes sociais é o destaque do momento

Já não é mais novidade que para conquistar o público e mostrar diferencial, as empresas precisam estar presentes nas redes sociais, e não só isso, precisam saber gerenciá-las. 

Ao atuar como gestor de redes sociais, o profissional se torna responsável pela imagem da marca e pelo relacionamento com o cliente.

Espera-se que esse profissional tenha conhecimento em ferramentas de produção de fotos e vídeos e domine preceitos básicos de gramática. 

Entre suas atividades, o gestor deverá fazer análise de métricas constantemente, a fim de reportar quais estratégias estão dando certo e quais precisam ser melhoradas. 

As publicações devem seguir um ritmo padronizado e é importante se atentar ao “social listening”, uma forma de escutar o que o público sente e pensa das publicações da marca.

Seja um afiliado digital 

Já imaginou ganhar uma comissão sempre que um produto é vendido na internet? Ser um afiliado digital favorece não só o vendedor, mas também o fabricante do produto.

Do ponto de vista do fabricante, ter um afiliado é uma forma de ampliar os canais de divulgação e vendas, enquanto para o vendedor (afiliado) pode se tornar uma fonte de renda

Para ter sucesso como afiliado, é preciso que você tenha um blog ou qualquer outra plataforma digital, e divulgue determinados produtos.

Se o usuário realizar a compra através da sua divulgação, você recebe uma comissão pela venda. 

Nunca deixe que sua credibilidade seja colocada em dúvida e nunca deixe de ser transparente.

Responda todas as dúvidas dos clientes, mostre as vantagens e desvantagens dos produtos, compare marcas diferentes e acompanhe o processo pós-compra. 

É imprescindível vender apenas produtos que você tenha algum conhecimento prévio.

Apesar do valor atrativo, vender jóias ou perfumes, por exemplo, sem ter domínio no assunto pode causar grandes dores de cabeça e nenhum resultado positivo, afetando sua relação com o fabricante do produto e com os clientes. 

Depois desse artigo, você percebeu que diferente do que muitos acreditam, para abrir um negócio não é preciso muito dinheiro ou um estabelecimento atraente. 

Com o avanço da internet, muitos empreendimentos conquistaram seu lugar de destaque oferecendo um bom serviço mesmo que remotamente.

Então, o que está esperando para começar já o seu próprio negócio? 

Caso tenha mais alguma dúvida sobre formas de trabalhar em casa, deixe o seu comentário abaixo e responderemos para você!