Todas as instalações elétricas feitas permitem que equipamentos e componentes à base de eletricidade sejam ligados, isso a partir de uma fonte geradora, eletrodutos, cabos elétricos e outros itens indispensáveis para instalar a rede.

De maneira mais específica, essa rede é formada por esses condutores elétricos, isolamento assegurado por elementos isolantes, proteções mecânicas, químicas e elétricas, todos fixados em grupos separados por aparelhos de ligação, é a definição da utilização de uma rede elétrica.

As instalações elétricas podem ser divididas entre: instalações elétricas industriais, instalações elétricas comerciais e instalações elétricas prediais. É sobre isso que vamos falar a seguir, para entender um pouco mais sobre essas redes. Acompanhe!

Entenda o que são instalações elétricas

Ao falarmos de instalações, tomando a predial como exemplo, o sistema que comanda toda a rede é formado por interruptores para que sejam acendidas as lâmpadas e funcionem tomadas para os aparelhos domésticos.

Esses componentes devem ser de qualidade e devidamente desenvolvidos para esse serviço. Mesmo que os conduítes sejam itens de plástico, esse é um material diferente de objetos convencionais que passam pelo processo de injeção de plástico para que apenas sejam moldados.

A instalação é geralmente realizada pensando não apenas no funcionamento das lâmpadas e tomadas, como também, na luz geral do prédio, eletricidade para os elevadores, portões automáticos, sistemas de monitoramento e etc.

Para essas instalações, é importante obter um conjunto de proteções, condutores elétricos, painéis de controle e acessórios instalados conforme as normas técnicas específicas.

Um gesto importante contra problemas é a elaboração de  um projeto de instalação elétrica, pois, com ele, as instalações elétricas são mais eficientes e não oferecem riscos aos moradores.

[banner-rotativo]

Saiba a importância do projeto de instalações elétricas

Todos os projetos de instalação elétrica são compostos por diagramas elétricos, tabelas de informações e símbolos das instalações elétricas. Sua finalidade é juntar informações para a instalação prosseguir da melhor forma.

Essa ação garante a segurança das instalações! O projeto além de fornecer estabilidade na energia também permite que as instalações sejam realizadas da maneira mais eficiente possível.

Nas áreas externas os cabos devem ser devidamente protegidos. O revestimento das instalações serve tanta para a proteção da água da chuva, quanto funciona como uma película de controle solar contra os raios ultravioleta.

As instalações elétricas na engenharia civil precisam ser planejadas para evitar acidentes em casas causados por falta de planejamento, problemas com as fontes de energia, eletricidade mal isolada ou feita com material inadequado para o procedimento.

Elabore um planejamento

Ao usar os cabos corretos para realizar a instalação é uma das melhores formas de evitar grandes problemas em sua casa ou condomínio.

Claro que algumas coisas não são responsabilidade do morador e podem acontecer quase que inevitavelmente, como uma sobrecarga em um gerador de energia ou o estouro de um transformador.

No entanto, em uma instalação bem feita os problemas são evitados. Dessa forma são protegidos equipamentos, além de aumentar a segurança e evitar coisas inesperadas, como: sobrecarga, sobretensão, subtensão ou curto-circuito.

Curto-circuito

Um curto-circuito é causado por alguma deficiência na instalação, por algum contato entre um condutor positivo e negativo.

Em um curto-circuito, a corrente recebe uma sobrecarga, causando a perda de aparelhos elétricos e defeito em toda a fiação. O problema pode ser resolvido cortando rapidamente a fonte principal de energia e isolando os fios causadores do curto antes de ligar novamente.

Sobrecarga e sobretensão e subtensão

A sobrecarga pode ser definida como uma elevação na corrente, e sua maior característica é que ocorre rapidamente, por algum motivo externo. Por outro lado, a sobretensão pode ser causada por um problema tanto externo quanto interno.

No externo, a carga pode passa dos valores habituais como consequência de um raio nas linhas principais de energia, por exemplo. A interna, pode ser uma consequência de cortes repentinos na eletricidade ou problema nas instalações. A subtensão é uma queda no valor de tensão elétrica, e pode ser uma medida de segurança para evitar excesso de tensão.

Planejada a instalação evita problemas e traz segurança. Por isso, é importante se preocupar com a realização de um trabalho profissional e com a utilização de bons componentes.

Dessa forma, mais que um gesto para evitar problemas com a perda de aparelhos ou a queda constante de energia, o local se torna seguro e têm chances menores de acontecer algum problema interno por culpa da instalação elétrica.

Esse artigo foi escrito por André de Angelo, criador de conteúdo do Soluções Industriais.