Os trabalhadores brasileiros já estão começando a receber o saldo de até R$ 2.090 do abono salarial do PIS/Pasep. O valor é referente soma dos saldos para quem trabalhou de carteira assinada em 2018 e 2019. Em cada um dos anos trabalhados o valor pago é de até R$ 1.045.

No total, aproximadamente 2,09 milhões de trabalhadores brasileiros terão a oportunidade de receber o abono relacionado ao ano de 2018. Vale lembrar que o saldo de 2018 está liberado para quem não efetivou o saque no ano passado. O calendário para saque segue do dia 16 de julho de 2020 até 30 de junho de 2021.

Como saber quando vou receber?

O valor máximo para cada calendário é de R$ 1.045,00 (um salário mínimo) e se aplica a quem trabalhou por no mínimo 12 meses no ano base de referência.

Confira a tabela de valores proporcional ao tempo de trabalho

Meses trabalhadosValor à receber
1 mêsR$ 88,00
2 mesesR$ 175,00
3 mesesR$ 262,00
4 mesesR$ 349,00
5 mesesR$ 436,00
6 mesesR$ 523,00
7 mesesR$ 610,00
8 mesesR$ 697,00
9 mesesR$ 784,00
10 mesesR$ 871,00
11 mesesR$ 958,00
12 mesesR$ 1.045,00

Quais são as condições para receber o benefício

Vale lembrar que nem todos os trabalhadores possuem direito ao benefício. Entre as condições estão:

  • Ter recebido, em média, até dois salários mínimos mensais com carteira assinada por pelos menos 30 dias em 2018 ou 2019;
  • Estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos;
  • Ter os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) do governo.

Calendário

Calendário do PIS para quem trabalhou em empresa privada, respeitando o mês de nascimento do trabalhador:

Mês de nascimentoRecebe a partir de
Julho16 de Julho de 2020
Agosto18 de Agosto de 2020
Setembro15 de Setembro de 2020
Outubro14 de Outubro de 2020
Novembro17 de Novembro de 2020
Dezembro15 de dezembro de 2020
Janeiro19 de Janeiro de 2021
Fevereiro19 de Janeiro de 2021
Março11 de Fevereiro de 20201
Abril11 de Fevereiro de 2021
Maio17 de Março de 2021
Junho17 de Março de 2021

O PIS será sacado nas agências da Caixa, caixas eletrônicos e lotéricas, sendo necessário o Cartão Cidadão e senha cadastrada. Para quem não tem o Cartão Cidadão, será necessário se dirigir à uma agência da Caixa com um documento de identificação com foto.

Para quem tem conta na Caixa, com movimentação e saldo acima de R$ 1,00, o dinheiro cai automaticamente em conta.

Calendário do PASEP para os servidores públicos, respeitando o número final da inscrição:

  • Final da inscrição 0: recebem a partir de 16 de julho de 2020
  • Final da inscrição 1: recebem a partir de 18 de agosto de 2020
  • Final da inscrição 2: recebem a partir de 15 de setembro de 2020
  • Final da inscrição 3: recebem a partir de 14 de outubro de 2020
  • Final da inscrição 4:recebem a partir de 17 de novembro de 2020
  • Final da inscrição 5: recebem a partir de 19 de janeiro de 2021
  • Final da inscrição 6 e 7: recebem a partir de 11 de fevereiro de 2021
  • Final da inscrição 8 e 9: recebem a partir de 17 de março de 2021

Como sacar o abono salarial?

Vale lembrar que o PIS e PASEP não são destinados ao mesmo público. O PIS por exemplo é voltado apenas para trabalhadores de empresas privadas enquanto o Pasep é destinado aos servidores da iniciativa pública. A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil são as instituições responsáveis pelos repasses aos trabalhadores.

Conheça os canais de atendimento de cada um

PIS – Caixa Econômica Federal

  • Por meio de Cartão+Senha Cidadão: em caixas eletrônicos e unidades lotéricas;
  • Por meio de documento de identificação oficial e sem o Cartão+Senha Cidadão: pelo atendimento das agências Caixa;
  • Correntistas Caixa: depósito do valor é feito automaticamente na conta caso o saldo esteja acima de R$ 1,00.  

Pasep – Banco do Brasil

  • Por meio de documento de identificação: em agências Banco do Brasil;
  • Correntistas BB também recebem os valores automaticamente em suas contas.