Acidente ao norte da fronteira entre Califórnia e México mata pelo menos 13 pessoas

0

As autoridades federais lançaram uma investigação de contrabando de pessoas depois que o acidente de terça-feira entre um veículo SUV e um caminhão de cascalho deixou 13 mortos e uma dúzia de outros feridos ao norte da fronteira entre a Califórnia e o México.

Um porta-voz do Departamento de Imigração e Alfândega dos Estados Unidos disse à NBC News em um e-mail nesta quarta-feira,03, que agentes especiais da unidade de Investigações de Segurança Interna em San Diego estão procurando ver se o acidente fatal envolvia uma operação de contrabando de pessoas.

“A investigação está em andamento e não há mais detalhes disponíveis no momento”, disse o funcionário.

O acidente ocorreu por volta das 6h15, horário local, em um cruzamento próximo a Holtville, mais conhecida como a capital mundial da cenoura, em Imperial County, cerca de 18 km ao norte da fronteira, disse a Patrulha Rodoviária da Califórnia.

O semi-caminhão cheio de cascalho atingiu uma Ford Expedition 1997, transportando 25 pessoas, de acordo com a agência.

As autoridades identificaram o motorista do caminhão como Joe Beltran, 68 anos, da cidade de El Centro, Califórnia, que sofreu ferimentos graves e está sendo tratado no Centro Médico Regional do Deserto.

O motorista do SUV, cujo nome as autoridades não divulgaram publicamente, foi identificado como um homem de 28 anos de Mexicali, que fica ao sul de onde ocorreu o acidente.

Dez dos mortos, incluindo o motorista do SUV, eram cidadãos mexicanos, enquanto as nacionalidades dos outros três ainda não foram identificadas, disse o consulado mexicano em um comunicado.

As vítimas eram homens e mulheres com idades entre 15 e 53 anos, de acordo com Omar Watson, chefe da divisão de fronteira da patrulha rodoviária. Nenhum outro detalhe foi divulgado.

Informações das autoridades

As autoridades ainda estavam trabalhando com o médico legista de Imperial County na tarde de terça-feira para identificar os mortos e notificar suas famílias, disse ele.

Atualizações sobre os feridos não estavam disponíveis na manhã de quarta-feira.

Os únicos dois assentos do SUV eram o do motorista e o do passageiro dianteiro, de acordo com Watson.

O veículo foi construído para comportar oito pessoas com segurança.

Muitas pessoas foram ejetadas do SUV porque não havia restrições suficientes para todos dentro do veículo, disse Watson.

“Até agora, não se sabe se o SUV parou ou não no sinal de pare, mas ele entrou no cruzamento em frente ao caminhão”, disse ele a repórteres na terça-feira.

“Em seguida, o caminhão colidiu com o lado esquerdo do Ford.”

Não ficou claro o quão rápido os veículos estavam indo.

A patrulha rodoviária e o Conselho Nacional de Segurança nos Transportes disseram que estavam conduzindo uma investigação sobre o acidente.

O incidente mortal ocorreu em meio a fazendas que cultivam uma grande variedade de vegetais e alfafa usados na alimentação do gado.

Milhares de trabalhadores pegam ônibus e SUVs do centro de Calexico para os campos durante a colheita de inverno, de acordo com a rede de rádio The Associated Press.

Embora não se saiba por que tantas pessoas foram amontoadas no SUV na terça-feira, os contrabandistas são conhecidos por embalar as pessoas em condições extremamente inseguras para aumentar os lucros.

Centenas de pessoas que morreram após cruzar a fronteira entre a Califórnia e o México estão enterradas em túmulos não identificados no cemitério de Holtville, nos arredores da cidade.

Conteúdo traduzido da fonte NBC News por Wesley Carrijo para o Jornal Contábil