Afinal, o que é blockchain, e como funciona?

Blockchain é, na verdade, uma tecnologia que se assemelha muito ao que conhecemos como um livro de razão pública, também conhecido como Livro Contábil.

Hoje você vai aprender um pouco mais sobre a tecnologia chamada de blockchain, como ela verdadeiramente funciona, e como ela influencia diretamente em criptomoedas como o Bitcoin, e em muitas outras, além é claro de suas utilizações e tudo o que ela permite fazer dentro do setor financeiro.

O que é blockchain?

Blockchain é, na verdade, uma tecnologia que se assemelha muito ao que conhecemos como um livro de razão pública, também conhecido como Livro Contábil. Esse é o livro que faz o registro das transações que acontecem dentro de um setor específico.

E no caso do blockchain, é a tecnologia que faz o registro das transações realizadas com moedas digitais, e a mais popular delas atualmente é o Bitcoin, de forma que trata-se de um registro imutável e muito confiável.

Em outras palavras, de forma bem resumida, a tecnologia blockchain registra informações diversas, como a quantia de moedas que foram transferidas, quem foi a pessoa que enviou essas moedas, quem recebeu, quando essa transação foi efetuada, e em qual lugar dentro da cadeia de blocos ela está registrada.

Tudo isso serve para mostrar a transparência por trás do sistema tecnológico, o que inclusive é um dos principais pilares do blockchain. Ou seja, se você é aquele tipo de pessoa que ainda tinha dúvida se esse tipo de tecnologia realmente era confiável, pode ficar tranquilo, os códigos utilizados são inalteráveis.

Como os dados são mantidos dentro da blockchain?

A tecnologia de blockchain vai armazenar todas as informações de um determinado grupo de transações em bloco, marcando cada um desses blocos com um registro de data e tempo, criando dessa forma vários elos dentro de uma cadeia. A cada período de 10 minutos, um novo bloco de transações é emitido dentro da cadeia, e se conecta ao bloco anterior.

É por conta disso que esse sistema é chamado de blockchain, e muitas vezes também conhecido como cadeia de blocos. Depois desses blocos terem sido formados, não existe forma de interferir no dado que é contido dentro deles, o que garante a segurança de todas as transações que foram efetuadas através desse sistema.

Como é formado o blockchain?

Os blocos dentro dessa cadeia são dependentes uns dos outros, e formam uma verdadeira corrente de blocos. Isso torna essa tecnologia adequada para o registro de informações detalhadas e minuciosas, que necessitam ser confiáveis, como no caso de uma transação utilizando moedas, como o Bitcoin.

Essa rede de cadeia de blocos é formada por mineradores do mundo inteiro, que também registram suas transações dentro desses blocos. Para que isso consiga ser possível, os mineradores, de certa forma, emprestam um pouco de seu poder computacional para essa rede.

Como uma forma de incentivo para que esses mineradores continuem colaborando, tornando a rede sustentável e muito mais segura, os mineradores recebem um determinado número de criptomoedas, sendo estas referentes a quantidade de poder computacional oferecido.

Como as transações são validadas?

Os mineradores só vão poder adicionar uma transação dentro da cadeia de blocos se a maioria simples dessa rede em questão concordar que a transação que aconteceu foi legítima e está correta. O nome desse processo é consenso da rede de blockchain. No caso de moedas como o Bitcoin, esse consenso vai ser medido através do poder computacional presente na transação.

Duas cadeias podem ser formadas, de certa forma em conjunto, e quando isso acontece, o impasse é resolvido na hora que a rede precisar escolher uma dessas duas cadeias para dar continuidade à corrente. No final das contas, vai ganhar a cadeia que tiver a maior quantidade de poder computacional.

De forma bem resumida, a tecnologia blockchain é como se fosse um verdadeiro livro contábil público, que vai registrando todas as transações feitas utilizando moedas virtuais dentro de uma cadeia de blocos, em que qualquer pessoa pode participar a qualquer momento. A tecnologia de blockchain está sempre evoluindo, assim como as criptomoedas, e você pode saber mais sobre isso através de sites como o Bitcoin Loophole.

As informações que são transmitidas para essa cadeia de blocos são registradas e são imutáveis, sendo confiáveis para qualquer consulta. A transparência é muito importante para que a cadeia de blocos consiga se manter estável, dessa forma mantendo a confiança dos usuários e podendo continuar a crescer sempre.

Comentários estão fechados.