São Paulo não é apenas a cidade mais populosa do Brasil com seus 12,2 milhões de habitantes (IBGE). Além de abrigar 20% de toda a população brasileira, ela também é a 8ª cidade mais populosa do mundo, superando megalópoles como Pequim (China), Nova York (Estados Unidos), Deli (Índia), entre outras.

Não bastasse sua multidão residente, vale lembrar que a cidade está cercada por alguns dos municípios mais populosos do estado de São Paulo, como Guarulhos, Osasco e cidades da região do ABC, atraindo trabalhadores e estudantes de seu entorno. É realmente muita gente.

E é sabido que durante os horários de pico, o trânsito e a superlotação dos transportes públicos torna a mobilidade paulistana um verdadeiro teste para os nervos.  Não é incomum que as pessoas percam mais de três horas diárias nesses trajetos.

Por isso, não é exagero dizer que muitas pessoas sonham em morar próximo a uma das 94 estações divididas entre as seis linhas do Metrô, ViaQuatro e ViaMobilidade que compõe a atual malha metroviária da capital paulista. Porém, muitas dessas regiões no entorno das estações acabaram se tornando alguns dos metros quadrados mais valorizados da cidade, encarecendo consideravelmente o preço de seus aluguéis.

Uma importante e detalhada pesquisa foi recentemente realizado pelo RadarCupom. O estudo avaliou o valor médio dos aluguéis praticados nos imóveis próximos às estações de metrô e os resultados podem ser surpreendentes.  Mesmo utilizando como parâmetro tanto apartamentos quanto casas de até 70 m², dois dormitórios e uma vaga na garagem, é possível verificar variações de milhares de reais na extensão de uma mesma linha, como no caso da Azul, a mais antiga em operação na cidade.

Aluguéis perto do metrô: do mais caro ao mais barato

Além do enorme benefício em mobilidade que é morar próximo a qualquer estação de metrô, vale lembrar que outros fatores podem influenciar nos valores encontrados pela pesquisa RadarCupom.

A Linha 4 – Amarela, administrada pela companhia ViaQuatro é definitivamente a que reúne os aluguéis mais caros de São Paulo. Cruzando áreas nobres como Oscar Freire, Pinheiros, Higienópolis e o promissor centro comercial da Faria lima, o preço médio dos aluguéis na linha fica na casa dos R$ 3.459. É nela que está o aluguel mais elevado encontrado na pesquisa: a média do aluguel de um imóvel na estação Fradique Coutinho é R$ 4,763,00.

A segunda mais cara é a Linha 2 – verde, com aluguéis que variam entre R$ 4.605,00 na estação Clínicas e R$ 1.292,00 na estação Tamanduateí.

A Linha 5 – Lilás, uma das conexões recentemente inauguradas, oferece aluguéis médios de R$ 3.835,00 no Brooklin até R$ 1.163 no Capão Redondo.

As mesmas diferenças podem ser observadas na Linha 1 – Azul. O aluguel médio na valorizada estação Santa Cruz está na casa dos R$ 3.043,00 baixando para R$ 1.401 na estação central da Sé.

Uma das mais populosas, a Linha 3 – Vermelha apresentou valores que variam de R$ 2.771,00 nos aluguéis próximos à estação Palmeiras Barra Funda até R$ 1.148 no entorno da Corinthians-Itaquera.

Já a recém-inaugurada Linha 15 – Prata, ainda em finalização de parte de sua malha, é a que, em média, ainda é a linha mais em conta para alugar um imóvel próximo ao metrô. O maior valor registrado foi de R$ 1.681,00 na Vila Prudente variando até R$ 1.360,00 na estação São Lucas.

Veja o estudo na íntegra, com dados detalhados para cada estação de metrô em todas as linhas clicando aqui

DICA EXTRA JORNAL CONTÁBIL: O primeiro passo para contadores Curso sem enrolação, totalmente prático, você vai aprender todos os processos que um contador experiente precisa saber. Aprenda como abrir, alterar e encerrar empresas, além da parte fiscal de empresas do Simples Nacional, Lucro Presumido e MEIs. Tenha todo o conhecimento sobre Contabilidade, Imposto de Renda e muito mais. Está é uma ótima opção para quem deseja ter todo o conhecimento que um bom contador precisa ter, quer saber mais? Então clique aqui e não perca esta oportunidade que com certeza vai impulsionar sua carreira profissional!