Amortização: O que é e como calcular?

0

Você sabe o que é amortização? Na matéria de hoje vamos explicar o que é e em como calcular.

Continue conosco e fique por dentro do assunto.

Algumas empresas não conseguem fazer o pagamento da compra de um produto à vista, com isso para que elas cumpram seus compromissos financeiros, a opção é recorrer a empréstimos. 

Nestas situações os credores têm algumas alternativas para flexibilizar a quitação das dívidas, como a amortização. 

Mas afinal o que é Amortização? 

A amortização nada mais é do que o pagamento das dívidas que uma empresa fez, de forma parcelada, em um determinado tempo.

Portanto, trata-se de um processo de dividir um empréstimo em vários pagamentos fixos por um certo tempo, com isso você pagará os juros e o valor principal do empréstimo em montantes diferentes a cada mês. 

O cálculo é feito com base no valor principal da dívida, no caso o valor real que foi emprestado ou financiado, ressaltando que as parcelas também são referentes aos encargos e juros embutidos e não apenas à amortização. 

Veja um exemplo abaixo: 

O senhor João fez um financiamento de R $100 mil para comprar uma casa, logo o valor da dívida será igual a esses R $100 mil. 

O que é SAC? (Sistema de Amortização Constante) 

O SAC é para financiamentos a longo prazo, fazendo com que os pagamentos diminuam para amortizar a dívida. 

De modo geral é uma opção para a pessoa que financia um imóvel, através do qual o valor das prestações vai diminuindo de acordo com que as mensalidades vão sendo pagas. 

Designed by @wichayada / Freepik
Designed by @wichayada / Freepik

Como calcular o valor da amortização? 

Neste caso é necessário dividir o valor total da dívida pelo número de meses de parcelas, com isso você terá o valor das amortizações para somar os juros

Veja como é feito na prática: 

Se o Senhor João fez um empréstimo de R $ 100 mil, que foi financiado em 60 meses com juros de 0,68%, veja abaixo os valores das parcelas da seguinte forma: 

  • Valor da amortização: R$ 100 mil ÷ 60 meses = R$ 1.666,67 (valor constante da amortização);
  • Valor da primeira parcela: R$ 1.666,67 de amortização + R$ 680 de juros (R$ 100 mil x 0,68%) = R$ 2346,66;
  • Valor da segunda parcela: R$ 1.666,67 de amortização + R$ 668,66 de juros (R$ 100 mil – R$1666,67 x 0,68%) = R$ 2.335,33;
  • Valor da terceira parcela: R $1.666,67 de amortização + R $657,33 de juros (R $100 mil – (1666,67 x 2 parcelas já pagas) x 0,68% = R $2.324,00.

Depois dos 60 meses o valor total de juros pago seria R $20.739,99.

Qual o melhor sistema de amortização para o seu investimento? 

Para isso é necessário que você esteja atento aos seguintes pontos:

  • Tempo estimado para pagar a dívida; 
  • Qual sistema impacta menos o orçamento;
  • Condições financeiras. 

Todas essas informações que citamos acima são necessárias para fazer uma escolha certa e evitar que você tenha prejuízos futuramente.

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Por Laís Oliveira