Antecipação de recebíveis vale a pena?

0

No mundo empresarial, uma das principais competências que contribuem para o sucesso de um negócio é saber encontrar boas soluções, especialmente em momentos de crise. 

Para desenvolver ainda mais suas habilidades de gerenciar sua empresa, apresentaremos a você a antecipação de recebíveis.

Neste artigo, vamos te explicar o significado deste termo. Então, com mais informações e dicas, você poderá concluir se essa estratégia vale a pena ou não para o seu negócio. Vamos lá?

Afinal, o que é antecipação de recebíveis?

A antecipação de recebíveis é um recurso financeiro em que a empresa pode solicitar o adiantamento de pagamentos futuros.

Ou seja, é uma alternativa para receber antecipadamente os valores das vendas que foram feitas à prazo, seja por cartão de crédito, cheque ou carnê. Isso sem cobrar o valor dos clientes!

Em momentos de aperto, essa é uma estratégia para estabilizar o fluxo de caixa (entrada e saída de dinheiro).

Afinal, você conseguirá o capital necessário para, por exemplo, arcar com despesas, pagar dívidas, além de garantir mais fundos para o capital de giro da empresa.

Portanto, a antecipação de contas a receber é um recurso estratégico valioso que pode evitar o endividamento.

E como funciona? Entenda a operação de antecipação de recebíveis

Para realizar a antecipação de recebíveis é preciso realizar essa solicitação em seu banco, em FIDCs (Fundos de Investimento em Direitos Creditórios) ou em factorings (fomento mercantil ou comercial), que são empresas que ajudam pequenas e médias empresas a conseguirem capital de giro.

Para isso, você deve informar as notas fiscais de operação que deseja receber e caberá à instituição realizar o pagamento.

Assim, você conseguirá receber os valores das notas fiscais que só entrariam no caixa da empresa em um prazo bem mais extenso.

Há a incidência de taxas para ser realizada essa antecipação. Portanto, o procedimento é similar a um empréstimo.

Contudo, as taxas de juros costumam ser bem menores, já que o banco tem uma segurança maior de que será pago pelo crédito.

Entenda mais detalhes sobre essa operação financeira:

Modalidades de antecipação de recebíveis

Existem diferentes recebíveis que podem ser antecipados, como boletos bancários emitidos, pagamentos realizados com cartão de crédito, depósitos em conta e cheques pré-datados.

Além disso, também há diferentes modalidades dessa operação. São elas:

  • parcial: antecipação de alguns pagamentos (parcelas); 
  • integral: adiantamento de todas as parcelas, referentes a todas as vendas realizadas;
  • pontual: antecipações solicitadas para vendas únicas;
  • automática: programação do recebimento antecipado, como a cada 15 dias, um mês, etc.

Taxas aplicadas na operação

Os valores das taxas aplicadas nessa operação costumam variar de acordo com a instituição financeira, do valor a ser antecipado e do tempo de antecipação.

Contudo, vale ressaltar que quanto maior o valor e o tempo de antecipação, maiores serão as taxas.

Algumas empresas cobram apenas uma taxa percentual sobre o valor de cada venda. Em outras, pode haver a incidência de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), tarifa de antecipação, tarifa de transação, entre outras cobranças que encarem a transação.

Diferença entre empréstimo e antecipação

No empréstimo, a empresa solicita um dinheiro que não pertence à organização, mas ao banco. Por isso, para que o valor seja disponibilizado, o processo é mais burocrático.

É necessário passar por uma análise documental, para que a instituição verifique a credibilidade da empresa, além de justificar o destino do dinheiro.

Os prazos de pagamento são acordados entre as duas partes, já os juros são mais elevados e é preciso ficar atento para não gerar dívidas.

Já na antecipação, a empresa usará a própria receita — de forma antecipada — para conseguir o capital de giro que necessita.

Ou seja, a instituição tem maior segurança de que será paga pela antecipação do crédito. Com isso, o banco consegue oferecer juros mais baratos e o processo é mais ágil e bem menos burocrático.

Quais as vantagens e desvantagens dessa operação financeira?

Mas, afinal, será que essa operação é uma boa opção para o seu negócio? Antes de tomar essa decisão, é importante considerar os prós e contras da antecipação de recebíveis. Confira:

Vantagens da antecipação de recebíveis

A operação pode ser vantajosa para empreendedor em diversos aspectos, como:

  • taxas menores: em comparação com outras modalidades de crédito, como empréstimos, financiamentos e cheque especial;
  • mais liquidez: ajuda a regularizar o fluxo de caixa, aumentar o capital de giro e gera mais liquidez para manter as contas em dia;
  • finanças estruturadas: possibilidade de financiar as operações da empresa com seus próprios recursos financeiros;
  • aceleração da empresa: por ter mais liquidez, é possível aproveitar oportunidades que irão impulsionar o crescimento da empresa, como descontos em equipamentos ou melhores condições de pagamento com fornecedores;
  • facilidade na contratação: devido ao baixo risco na operação, a contratação é fácil e prática, do que para outros tipos de crédito.
Designed by @freepik / freepik
Designed by @freepik / freepik

Desvantagens de antecipar recebíveis

Por outro lado, também é importante considerar os riscos dessa transação!

O primeiro ponto de atenção é quanto a dependência desses valores. Por mais que antecipar recebíveis seja vantajoso, a empresa não pode depender desse recurso para operar adequadamente.

Isso pode prejudicar o planejamento financeiro empresarial, além de dificultar na organização das finanças.

Além disso, para que no futuro não falte capital, é necessário ter uma boa projeção de fluxo de caixa para ter certeza de que a antecipação não prejudicará a empresa mais para frente.

Também é crucial analisar se as taxas cobradas pela operação em sua instituição financeira realmente valem a pena! 

Quando e como fazer uso dessa operação em seu negócio?

Solicitar a antecipação de pagamentos é um processo prático e rápido. Primeiro, você deve comparar as taxas das instituições financeiras e escolher a opção mais vantajosa para o seu negócio.

Cada instituição possui seu próprio procedimento. Em muitos casos, a solicitação é feita totalmente online, por aplicativo ou no site da instituição. 

Em seguida, você irá fornecer alguns dados do seu negócio e enviar as notas fiscais cujo valor deseja receber. Após análise, o crédito cairá na conta da empresa. Geralmente, o procedimento leva de 24 horas a 7 dias, dependendo do banco escolhido.

Contudo, antecipar recebíveis não deve ser um hábito em sua empresa. Existem algumas situações em que é necessário e vantajoso contar com esse recurso:

Pagar despesas emergenciais

Toda empresa está suscetível a passar por imprevistos, como necessidade de comprar novos materiais emergencialmente ou de realizar manutenções em equipamentos.

Para cobrir esses gastos que não estavam previstos e aumentar os recursos no caixa da empresa, antecipar recebíveis é uma alternativa.

Manter o fluxo de caixa positivo

Esse recurso pode ser um paliativo para cobrir as despesas básicas da empresa, como pagamento de funcionários e despesas fixas (energia elétrica, água, etc) que comprometem a operação.

Assim, é possível evitar que o fluxo de caixa entre no vermelho e que a empresa fique inadimplente.

Manutenção de novos negócios

Quando a empresa ainda está começando e possui pouco capital de giro, é normal precisar de recursos financeiros para comprar matéria-prima ou pagar funcionários, por exemplo.

Neste caso, para que a empresa consiga operar, a antecipação de recebíveis é uma boa alternativa.

Conclusão

A antecipação de recebíveis é uma solução indicada para usos emergenciais, quando a empresa necessita de recursos financeiros para manter a operação funcionando.

Contudo, para que realmente seja uma operação vantajosa e que não coloque em risco a saúde financeira da empresa, é preciso realizar um bom planejamento.

Faça uma projeção de caixa para os meses seguintes para ter certeza de que o adiantamento dos valores não irá prejudicar as finanças da empresa no futuro.

Fonte: Emitte

Imagem: emitte

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.