O INSS em virtude da pandemia do coronavírus antecipou o pagamento do 13° salário e já marcou para maio o pagamento da segunda parcela aos aposentados e pensionistas. A medida vai gerar R$ 23 bilhões na economia.   

O governo já havia anunciado o pagamento da primeira parcela do 13°, que começa no dia 24 de abril e 08 de maio de 2020.

Veja o que diz o Ministro Paulo Guedes:

“Vamos cuidar exatamente dos mais vulneráveis, os idosos. Já tínhamos antecipado R$ 23 bilhões, para pagamento em abril, do 13º do INSS, aposentados e pensionistas. Já estamos anunciando mais R$ 23 bilhões em maio. Então metade do 13º salário para abril já a outra metade estamos anunciando para maio”.

O pacote do governo federal vai causar um impacto de R$ 147,3 bilhões.

O governo também vai antecipar para junho o pagamento do abono salarial do PIS/PASEP, que deverá ter um total de 12,8 bilhões de reiais.

Segundo o ministério da Economia, os valores não sacados do PIS/Pasep serão transferidos para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço – FGTS  para permitir novos saques, no valor de R$ 21,5 bilhões.

Outra medida anunciada foi que para manter os empregos, será adiado o prazo de pagamento de tributos. As empresas, poderão adiar o pagamento do FGTS por três meses.

Outra pretensão do governo é destinar mais de R$ 3,1 bilhões para o Bolsa Família para beneficiar mais de um bilhão de famílias que queiram entrar no programa de transferência de renda, que sofre com falta de recursos.

Outra novidade é a liberação de R$ 5 bilhões de crédito para micro e pequenas empresas. Outra medida anunciada pelo ministro é a redução de 50% nas contribuições do Sistema S pelo mesmo período, com impacto de R$ 2,2 bilhões.

Calendário da segunda parcela do 13° salário do INSS que foi antecipado:

Para quem ganha até um salário mínimo – R$ 1.045,00

final 1 – 25 de maio

final 2 – 26 de maio

final 3 – 27 de maio

final 4 – 28 de maio

final 5 – 29 de maio

final 6 – 1° de junho

final 7 – 2 de junho

final 8 – 3 de junho

final 9 – 4 de junho

final 0 – 5 de junho

Para quem ganha acima de um salário mínimo

finais 1 e 6 – 1° de junho

finais 2 e 7 – 2  de junho

finais 3 e 8 – 3  de junho

finais 4 e 9 – 4  de junho

finais 5 e 0 – 5  de junho