Muitos empresários podem ter se perguntado em algum momento: “O que é ARE Contabilidade?”

O documento está atrelado à DRE (Demonstração do Resultado de Exercício) que deve ser entregue anualmente de acordo com exigência legislativa.

As informações obtidas pelo ARE são de extrema importância principalmente para a saúde do negócio e tomada de decisões.

Este texto foi feito para ensinar como realizar a ARE e também mostrar como ela pode auxiliar no seu negócio.

ARE Contabilidade: definindo o documento

ARE é a sigla para Apuração do Resultado de Exercício realizado pela Contabilidade, ou setor financeiro do negócio.

A apuração está atrelada à realização do DRE – Demonstração do Resultado de Exercício, uma vez por ano de acordo com a legislação vigente.

A DRE é um obrigação legislativa anual, de acordo com a Lei 6 404 de 15 de Dezembro de 1976.

No Art. 187 da lei em questão, são definidas algumas regras referente às informações a serem apresentadas no documento.

Com este documento realizado é possível realizar a ARE que nada mais é do que o resultado final apresentado pela DRE.

Objetivo da DRE/ARE

O objetivo da declaração, além de apresentar a real situação financeira do negócio ao governo, é acompanhar e saber se a empresa está tendo lucro.

O DRE é a melhor ferramenta para acompanhamento e medição da rentabilidade do negócio.

Ele é, portanto, um resumo financeiro apresentando um balanço empresarial onde aponta o lucro ou prejuízo do negócio.

Pode-se definir então o seguinte: O DRE/ARE tem como objetivo identificar prejuízo ou lucro da organização.

Conteúdo dos documentos em questão

O ARE reúne diversas informações referentes à Receitas e Despesas com o intuito de coletar os dados para a DRE.

O ARE pode ser então definido como uma reunião de informações para a DRE.

O conteúdo a ser inserido na declaração de resultado de exercício é definido pela Lei nº 6 404/76:

Art. 187. A demonstração do resultado do exercício discriminará:

  • I – a receita bruta das vendas e serviços, as deduções das vendas, os abatimentos e os impostos;
  • II – a receita líquida das vendas e serviços, o custo das mercadorias e serviços vendidos e o lucro bruto;
  • III – as despesas com as vendas, as despesas financeiras, deduzidas das receitas, as despesas gerais e administrativas, e outras despesas operacionais;
  • IV – o lucro ou prejuízo operacional, as outras receitas e as outras despesas;
  • V – o resultado do exercício antes do Imposto sobre a Renda e a provisão para o imposto;
  • VI – as participações de debêntures, empregados, administradores e partes beneficiárias, mesmo na forma de instrumentos financeiros, e de instituições ou fundos de assistência ou previdência de empregados, que não se caracterizem como despesa;
  • VII – o lucro ou prejuízo líquido do exercício e o seu montante por ação do capital social;
  • § 1º Na determinação do resultado do exercício serão computados;
  • a) as receitas e os rendimentos ganhos no período, independentemente da sua realização em moeda; e
  • b) os custos, despesas, encargos e perdas, pagos ou incorridos, correspondentes a essas receitas e rendimentos.

Processo de montagem da DRE

Para a montagem e apresentação do DRE, é preciso seguir alguns procedimentos referentes às informações a serem apresentadas.

São 5 fases, na qual vão sendo definidas os dados para chegar ao ponto final e ao resultado final:

1° Fase: Descobrir a Receita Operacional Líquida, a partir da seguinte operação:

Receita Operacional Líquida = Receita Operacional Bruta  Deduções da Receita Bruta

2° Fase: Descobrir o Resultado Operacional Bruto, a partir da seguinte operação:

Resultado Operacional Bruto = Receita Operacional Líquida  Custos de vendas (produtos, mercadorias e serviços)

3° Fase: Conhecer o Resultado Operacional antes do Imposto de Renda e da Contribuição sobre o Lucro Líquido, através da seguinte operação:

Resultado Operacional antes do IR e CS = Resultado Operacional Bruto Despesas Operacionais  Despesas Financeiras Líquidas – Outras Receitas e Despesas

4° Fase: Conhecer o Lucro Líquido antes das participações, a partir da seguinte operação:

Lucro Líquido antes das Participações = Resultado Operacional antes do IR e CS  Provisão para IR e CS

5° Fase: Conhecer o Resultado Líquido do Exercício, a partir da seguinte operação:

Resultado Líquido do Exercício = Lucro Líquido antes das Participações Pagamento de Empregados, Partes Beneficiárias, Participações de Administradores, Debêntures, Fundos de Previdência e Assistência para Empregados

Todas estas fases farão chegar ao resultado final da DRE e possibilitar a apuração do resultado da empresa, e verificar o lucro ou prejuízo da empresa.

DRE X ARE, diferenças e semelhanças

O DRE é a demonstração anual que deverá ser entregue à Receita por cada período de atuação da empresa.

Nela devem ser discriminadas informações sobre as entradas e saídas da empresa de forma detalhada seguindo as regras estabelecidas.

Já o ARE é uma apuração geral de receitas e despesas e não precisa ser realizado somente no momento da entrega da DRE.

Na apuração entra somente receitas e despesas afim de verificar de forma rápida o lucro ou prejuízo que a empresa vem tendo.

O que se torna uma excelente ferramenta para o gerenciamento financeiro do negócio como um todo.

Pode ser que à primeira vista, seja a mesma coisa, contudo, o primeiro é um documento mais completo e o segundo mais abrangente e com uma carga de simplicidade maior.

Lembrando que tais processos não diminuem a necessidade de outros processos gerenciais, como Fluxo de Caixa.

Atenção à dados e segurança de gestão

Para que todas as declarações e apurações que precisam e devem ser realizadas, possa contar com dados seguros e fidedignos é necessário uma ferramenta que auxilie em tal processo.

Neste ponto entram os sistemas de gestão fiscal e administrativa, assim como os da Soften Sistemas.

Tais ferramentas trabalham com gerenciamento fiscal atrelado ao controle gerencial no modelo ERP de controle de estoque, comercial e financeiro trabalhando de forma integrada.

Isto facilita o gerenciamento financeiro à medida que trabalha integrando dados dos variados setores, tudo isto alimentando o fluxo de caixa e oferecendo dados sobre receitas e despesas de maneira detalhada.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here