Astrólogo, saiba como se tornar um MEI

0

A astrologia é uma pseudociência utilizada para interpretar acontecimentos nas vidas das pessoas, de acordo com o comportamento dos astros. Sua principal ferramenta de trabalho é o desenvolvimento do mapa astral.

Pode parecer simples, mas para atuar nesse ramo é necessário estudar assuntos específicos, além de buscar conhecimento tanto em astronomia, quanto em geografia. 

Então, se você quer investir neste ramo, também é necessário pensar em se formalizar como astrólogo para garantir credibilidade aos seus serviços, além de poder contar com vários benefícios, que podem garantir o desenvolvimento desta profissão e aumentar sua clientela. Para ver como funciona, continue conosco! 

Como posso me formalizar?

Para fugir das burocracias que são enfrentadas na abertura de uma empresa, o astrólogo pode se registrar como MEI (microempreendedor individual). Mas para isso, é preciso cumprir os critérios da categoria e, o principal deles é verificar se a atividade que você desenvolve é permitida.

Então, já te adiantamos que o astrólogo está entre as profissões que podem ser registradas pelo MEI. Mas saiba que é preciso ter em mãos o código CNAE que se trata da Classificação Nacional de Atividades Econômicas. Então, para o astrólogo o código de registro é 9609-2/99. 

Outro critério que precisa ser cumprido, está relacionado ao faturamento máximo permitido, que é de R$ 81 mil por ano. Ao dividirmos esse valor por 12 meses, teremos a média de R$ 6.750 de faturamento por mês. 

O interessado em ser um MEI também não pode ter outra empresa, ser sócio ou administrador de outros empreendimentos, além disso, a abertura da empresa também está condicionada à idade: é preciso ser maior de 18 anos ou aqueles que possuem mais de 16 precisam ser emancipados. 

Benefícios do MEI

Se o microempreendedor individual cumpre os critérios acima, pode contar com vários benefícios que são garantidos ao MEI, podemos destacar o acesso facilitado à linhas de crédito, empréstimos e abertura de conta para pessoa jurídica. 

Além disso, o astrólogo também terá direito de contratar um colaborador para auxiliar em suas atividades diárias e, assim, desenvolver seu empreendimento. Ao manter as obrigações do MEI em dia, o profissional também poderá ter cobertura previdenciária e terá acessp aos seguintes benefícios:

  • Auxílio-doença, 
  • Pensão por morte (pagos aos dependentes);
  • Auxílio-reclusão (pago aos dependentes);
  • Aposentadoria por idade;
  • Aposentadoria por invalide;
  • Salário maternidade.

Custos 

Se você está preocupado em saber qual será o custo que terá com a abertura do MEI, já te adiantamos que o registro do profissional é gratuito e pode ser feito de forma simples e rápida pela internet.

Mas para manter a empresa regular e garantir os benefícios é preciso fazer uma contribuição mensal, que varia conforme o tipo de atividade desenvolvida. A essa quantia é fixa e dependente da atividade desenvolvida pelo empreendedor. Para o astrólogo, o pagamento pode ser de:

  • Serviços –  R$ 60,00 (INSS + ISS)
  • Comércio e Serviços – R$ 61,00 (INSS + ICMS/ISS)

Esse valor é pago até o dia 20 de cada mês através do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS). 

Formalização 

Todo procedimento é feito através do Portal do Empreendedor. Para te ajudar, siga o passo a passo, lembrando que agora, o acesso possui um novo endereço: Portal gov.br. Depois busque pela área de “Empresas & Negócios”. 

  • Acesse o portal do Empreendedor e informe seu CPF; data de nascimento e DIRPF (Declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física) caso tenha declarado nos últimos 2 anos; 
  • Se você for isento, informe seu título de eleitor;
  • Depois registre os dados da atividade desenvolvida; 
  • Desta forma, você deve conferir seus dados e clicar em enviar;
  • Feito isso, uma mensagem aparecerá informando que o cadastro foi realizado e você pode imprimir o Certificado do MEI.

Dica Extra do Jornal Contábil: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. 

Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com toda burocracia, risco de inadimplência e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. 

Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Por Samara Arruda