Por enquanto está sendo paga em agosto a 5ª parcela do Auxílio Emergencial para os beneficiados que começou a receber em abril. Existe uma possibilidade do auxílio ser prorrogado até dezembro. Mas, tudo ainda não passa de especulação. Na verdade, o que está valendo é o calendário atual.

Era para o auxílio de R$ 600 durar apenas três meses, porém, foi estendido para mais duas parcelas em julho e agosto. Dessa forma, todos os aprovados pela Dataprev e pelo Ministério da Cidadania receberão cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1.200, independente da data em que tiveram o primeiro pagamento.

Auxílio será pago até dezembro?

Ainda é algo que o governo está estudando em relação a prorrogação do auxílio emergencial até dezembro de 2020. O que se comenta, é que acontecendo o pagamento seguir até o final do ano, será num valor menor, algo em torno de R$ 200 e R$ 300.

Algo que será complicado, porque para mudar o valor do auxílio, o governo vai precisar da aprovação do Congresso Nacional.

Após a repercussão em diversos meios de comunicação o presidente Jair Bolsonaro declarou, na saída do Palácio do Alvorada, que o governo não conseguirá prorrogar o benefício:

“por muito tempo”. “Começamos a pagar a quarta parcela e tem a quinta, não dá para continuar muito. Por mês, custa R$ 50 bilhões. A economia tem que continuar, e tem alguns governadores que teimam em manter tudo fechado”, disse Bolsonaro em resposta a um apoiador.

Quantas parcelas terá o Auxílio Emergencial?

auxilio emergencial

A Caixa Econômica Federal iniciou uma nova rodada de pagamentos no dia 22 de julho e a nova distribuição deixou alguns beneficiários confusos. Antes, o banco realizava o crédito dos R$ 600 de acordo com o lote no qual o beneficiário foi aprovado. Já a partir do calendário divulgado em 17 de julho pelo Ministério da Cidadania passou a ser organizado por Ciclos o pagamento.

O Auxílio Emergencial, a partir de 22 de julho os beneficiários passaram a receber conforme o seu mês de nascimento. Assim, mesmo que estiver em diferentes etapas de recebimento do Auxílio, quando chegar na data prevista conforme o seu mês de aniversário o cidadão receberá a parcela a que tem direito.

No Ciclo 1, que vai de 22 de julho a 26 de agosto, serão realizados os seguintes pagamentos:

  • Recebe a 4ª parcela quem recebeu a primeira parcela em abril;
  • Recebe a 3ª parcela quem recebeu a primeira parcela em maio;
  • Recebe a 2ª parcela quem recebeu a primeira parcela em junho;
  • Recebe a 1ª parcela quem fez cadastro e foi aprovado entre 17 de junho e 02 de julho.
  • 5ª parcela inicia na próxima semana

A partir do dia 18 de agosto, os beneficiários do Bolsa Família receberão a quinta parcela, começando pelo NIS final 1, e seguindo até 31 de agosto, quando irá receber o NIS final 0.

Depois de agosto, se não acontecer uma prorrogação do Auxílio Emergencial, os inscritos no Bolsa Família, voltam a receber o valor normal do benefício.

Os beneficiários do Auxílio Emergencial, tanto os cidadãos inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) quanto os informais, MEIs, CIs e desempregados que se cadastraram pelas plataformas da Caixa, começarão a receber a 5ª parcela de R$ 600 também no mês de agosto.

O quinto pagamento do Auxílio será realizado no Ciclo 2 que se estende do dia 28 de agosto a 30 de setembro.

No Ciclo 2 irão receber a quinta parcela os beneficiários que tiveram a primeira parcela paga no mês de abril. Primeiro o depósito acontece no conta da Poupança Social Digital e depois será liberado para saque e transferência. Veja o calendário da quinta parcela:

Calendário 5ª parcela do Auxílio Emergencial

Mês de aniversárioDepósitoSaques
Janeiro28/ago19/set
Fevereiro02/set22/set
Março04/set29/set
Abril09/set1º/out
Maio11/set03/out
Junho16/set06/out
Julho18/set08/out
Agosto23/set13/out
Setembro25/set15/out
Outubro28/set20/out
Novembro28/set22/out
Dezembro30/set27/out
Fonte: Caixa Econômica

“Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha, jornalista do Jornal Contábil”