Recentemente, uma comerciante da cidade de Suzano/SP me ligou narrando o seguinte golpe:

Apareceu em seu estabelecimento um homem de meia idade, bem aparentado, dizendo ser funcionário de seu contador. Como a micro empresária nunca tinha visto tal pessoa, ficou um pouco ressabiada.

A pessoa apresentou guia DARF no valor de R$ 250,00, preenchida com os dados da empresa, que deveria ser paga imediatamente. A comerciante alegou que não tinha a quantia no momento, mas o homem insistiu para que ela fizesse um cheque.

Em dúvida, a comerciante pegou o telefone para ligar para seu contador. Nesse instante o tal funcionário desapareceu da loja. O contador desmentiu a cobrança e ficou surpreso com o golpe engendrado utilizando seu nome.

A palavra de ordem é desconfiar das pessoas desconhecidas que surgem em sua casa, prédio ou empresa. Jamais permita a entrada ou faça qualquer pagamento, sem antes ter absoluta certeza da idoneidade de quem bate na sua porta. Via tudo por segurança

*** Nota da Redação: Caso seja contador, avise seus clientes.

1 COMMENT

  1. […] A palavra de ordem é desconfiar de atitudes iguais a estas. Jamais permitir a entrada ou realizar qualquer pagamento sem antes de ter certeza da idoneidade de quem bate na sua porta. Caso seja contador, avise seus clientes. Se você foi vítima ou tem pistas deste suspeito, ligue para polícia e denuncie no 190. Confira as imagens exclusivas da câmera de segurança: Links das matérias Garça Web e Jornal Contábil […]

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.