Que profissional nunca se sentiu atraído por estabilidade empregatícia e altos salários? A área de auditoria fiscal oferece isso e é um trabalho dos sonhos para muitas pessoas.

Contadores, em especial, tem muito a ganhar investindo nessa carreira, pois além de já ser uma área familiar, o mercado tem alta demanda por profissionais qualificados.


O que é auditoria fiscal?

Auditoria fiscal é a prática de vistoria sobre atividades operacionais e tributárias de uma empresa, com o objetivo de verificar o cumprimento da legislação.

auditor fiscal é a autoridade competente para inspecionar desde finanças e pagamentos de impostos até identificar fraudes e irregularidades, garantindo credibilidade para a instituição auditada.

A importância da auditoria fiscal reside na meta de garantir o bom funcionamento de uma empresa ou corporação naquilo que se refere à área fiscal, já que pode ter caráter preventivo contra infrações e ilegalidades.

Além disso, os resultados dessa análise podem apontar para melhorias significativas, a exemplo de vantagens tributáriasinexploradas.

Qual o salário de um auditor fiscal?

Auditores fiscais da Receita Federal, atualmente, podem começar com uma remuneração inicial que ultrapassa R$ 20 mil para 40 horas semanais. No entanto, não há um piso salarial único para o profissional em auditoria em todo território brasileiro.

Esse valor pode ser mais alto ou mais baixo. Tudo irá depender da variação da carga horária, bônus acrescidos, qualificação do profissional, localidade e do nível (Federal, Estadual ou Municipal) em que o auditor vai atuar.


Mesmo na possibilidade de um valor abaixo dos R$ 20 mil, o auditor fiscal na carreira pública sempre tem um dos salários mais atrativos do mercado. Há ainda a estabilidade profissional e garantias trabalhistas de um profissional concursado.

Concurso público não é a única opção em auditoria fiscal

Muita gente não sabe, mas é possível investir numa formação sólida em auditoria tributária, com o objetivo de operar de forma independente da esfera pública. Essa atividade é realizada mais frequentemente por pessoas da área de contabilidade.

Há auditores independentes (contadores e afins) com um teto salarial na casa dos R$ 6.000. O valor da remuneração pode variar bastante de acordo com a formação e experiência do profissional e o porte da empresa.

Fica claro, portanto, que uma especialização ou pós-graduação pode ser o diferencial com impacto direto no salário dos auditores privados.

Vale lembrar que as auditorias preventivas, de iniciativa das próprias empresas e não do governo, tem se tornado bastante comuns. Dessa forma, a busca por esses auditores e empresas que prestem esse serviço está crescendo de forma significativa.

É necessário estar preparado antes da fiscalização do governo. Esse cuidado é essencial para evitar riscos e autuações.

Tipos de Auditoria Fiscal

Há vários campos de atuação para auditores e a demanda é corrente. Afinal, a legislação brasileira é complexa o que acaba por criar excessiva burocracia, causando tensão aos donos de empresas.

Auditoria Financeira e Tributária

Mais especificamente, o auditor fiscal do setor público é responsável pela avaliação do cumprimento das obrigações tributárias de empresas, fiscalização aduaneira, arrecadação de impostos e gestão de orientação ao contribuinte sobre à legislação tributária, a exemplo da conhecida declaração do Imposto de Renda.

auditor fiscal do setor privado também pode atuar vistoriando a posição fiscal e patrimonial de uma empresa com o intuito de verificar problemas e garantir a saúde financeira da organização.

Consultoria e assessoramento também são serviços que podem ser fornecidos por esses profissionais. Fiscais privados são contratados com boas remunerações para sugerir melhorias e otimizar a administração da empresa.

Auditor Fiscal do Trabalho

Esse profissional atua na Secretaria de Inspeção do Trabalho (SIT), no âmbito do Ministério do Trabalho. Sua função é verificar se as empresas estão cumprindo com as legislações trabalhistas. Um exemplo disso são o recolhimento do FGTS e férias.

Ele também inspeciona ocorrências de trabalho escravo e/ou infantil.

Auditor Fiscal Federal Agropecuário

Esse fiscal é o agente público incubido de fiscalizar as atividades, processos e produtos no setor agropecuário nacional. A inspeção tem por finalidade controlar e garantir a sanidade e qualidade dos produtos alimentícios.

Como se tornar um auditor fiscal?

O concurso público é uma possibilidade e o meio de acesso às diversas formas e vagas de auditoria na carreira pública, sendo o concurso da Receita Federal o mais concorrido e almejado no mercado.

Concurseiros de formações diversas, em especial contadores e advogados, chegam a passar anos investindo na preparação para a seleção pública de auditor fiscal, a fim de ter melhores chances de aprovação.

Há uma carência imensa de auditores e analistas tanto na Receita Federal quanto na esfera da iniciativa privada e independente. Por essa razão, o cenário de trabalho é realmente uma boa oportunidade de investimento diante de um constante déficit existente.

Diante de um cenário ao mesmo tempo atrativo e desafiador, investir em uma especialização é uma solução efetiva para sair na frente de milhares de candidatos que almejam vagas em empresas que realizam auditoria de forma independente ou no universo da iniciativa governamental.

Cursos voltados para matérias específicas alavancam tanto o reconhecimento profissional, uma vez que é um investimento no seu perfil, quanto contribuem para um melhor desempenho nos processos seletivos de empresas e do governo.

Cursos voltados para matérias específicas alavancam o reconhecimento profissional e contribuem para um melhor desempenho nos processos seletivos de empresas.

É válido lembrar que um perfil enriquecido e experiência de peso é importante para profissionais autônomos. Esse aspecto é fundamental para atrair clientes e credibilidade na qualidade dos serviços.

Já pensou em fazer um curso de especialização em Direito Tributário?

Direito tributário é uma das disciplinas de maior importância em auditoria fiscal. Ela está presente na prova de maior peso do processo seletivo para auditor fiscal da Receita Federal. Além disso, é uma demanda real para as atividades cotidianas de todo auditor tributário.

Apesar de ser uma disciplina obrigatória em cursos de graduação, a exemplo de Ciências Contábeis e Direito, a área requer muito mais tempo de estudo para adquirir a expertise buscada no mercado de trabalho.

Nesse sentido, uma especialização faz toda a diferença. Além de ter o benefício do foco, que é ideal para pessoas sem tempo de começar uma segunda graduação.

O IPOG, renomada instituição de graduação e pós-graduação, oferece diversas possibilidades de pós-graduação em auditoria. Nesse universo de cursos, há um específico voltado para Direito Tributário.