Aumento no passivo tributário da União gera oportunidade para as empresas

De acordo com os diretores do escritório, foco na recuperação de créditos tributários pode dar fôlego à iniciativa privada durante a pandemia.

0

O passivo tributário da União no Supremo Tribunal Federal (STF) aumentou R$ 45 bilhões de 2019 para 2020, conforme os dados revelados pelo governo federal no Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) enviado ao Congresso em 16 de abril.

De acordo com o documento, os maiores casos em discussão na justiça hoje podem impactar os cofres públicos em mais R$ 827 bilhões em caso de perda.

Os diretores da Marpa Gestão Tributária, o advogado tributarista Eduardo Bitello e o executivo Michael Soares, chamam a atenção para a oportunidade que a iniciativa privada tem de reaver créditos tributários, comumente vindos de valores pagos a mais ou de forma indevida pelos contribuintes.

“Costumo dizer aos empresários que a melhor solução para o momento atual é encontrar dinheiro no próprio caixa da empresa, mas para isso é preciso colocar em prática um planejamento tributário sério, capaz de reduzir o passivo tributário e identificar os créditos junto à União”, afirma Michael Soares. 

Com atuação nacional, a Marpa Gestão Tributária já recuperou acima de R$40 milhões para seus clientes por meio de mais de 100 acordos celebrados somente entre janeiro e abril de 2021.

“O bilionário passivo tributário da União também revela que boa parte das empresas no Brasil possivelmente tem créditos a serem recuperados. Esse valor já foi colocado no orçamento federal justamente para devolução aos contribuintes”, explica Eduardo Bitello.

Designed by @ijeab / freepik
Designed by @ijeab / freepik

O advogado destaca que para recuperar créditos é primordial que o empreendedor entenda o que está pagando.

Pensando nisso, o escritório desenvolveu a Metodologia 3R (Reorganizar, Recuperar e Reduzir), que visa definir um passo a passo na gestão dos impostos de forma descomplicada e prática.

“Este conceito é fundamental para qualquer empresa que precise gerar caixa e ganhar competitividade neste ano”, analisa Bitello.

Durante a pandemia, a Marpa Gestão Tributária já recuperou R$19,4 milhões para a indústria de álcool; R$ 8,8 milhões para o setor de bebidas, R$ 18,5 milhões para supermercados/farmácias/autopeças; R$ 4,2 milhões ao atacado; entre outros segmentos.

Com sede em Porto Alegre e escritórios em São Paulo, Paraná, Goiás e Distrito Federal, a Marpa Gestão Tributária conta com uma equipe multidisciplinar de mais de 150 funcionários para simplificar a gestão tributária das empresas pelo país.

Sobre a Marpa Gestão Tributária

Criada em 2016 por Michael Soares, empresário que começou a atuar no Grupo MARPA com 16 anos, e por Eduardo Bitello, advogado tributarista e professor titular de MBA há quatro anos na disciplina de planejamento tributário, a MARPA Gestão Tributária cresceu e se consolidou no mercado rapidamente, através de sua forma inovadora de solucionar os problemas tributários de seus clientes. O escritório conta com um moderno software, desenvolvido pelos empreendedores, que gera o perfil tributário de uma empresa em apenas cinco dias – desse modo, faz o empreendedor entender o que está pagando, qual a base de cálculo usada e busca alternativas para saldar os passivos de quem é devedor e regularizar o passivo tributário das empresas. Com matriz em Porto Alegre e sedes em São Paulo, Goiás e Paraná, o escritório atende clientes de todo o território brasileiro.