Aumento Salarial: Dicas que vão te ajudar em tempos de crise

É muito difícil conviver e principalmente manter colaboradores descontentes em uma empresa, especialmente se o motivo for o valor do salário. Diante de economia instável, torna-se um desafio reajustar valores sem pensar nas consequências. Ainda assim, é importante ouvir a equipe e conversar quando surge esse assunto.

Alexandre Slivnik, especialista em gestão de pessoas, autor e palestrante, explica quais são as circunstâncias ideais para pedir um aumento e também para ceder, seja como chefe ou no próprio RH. “Qualquer pedido de aumento deve ser estrategicamente pensado de acordo com os resultados que o colaborador traz. Se a resposta para o pedido for negativa, é preciso entender quais são os motivos, pode ser que não seja o melhor momento ou a empresa esteja passando por dificuldades”, explica.

Portanto, para pedir um aumento salarial, a princípio, é necessário compreender como o trabalho está beneficiando a empresa, e caso não esteja, aumentar o ritmo para que esse processo seja mais fácil. “Mostrar resultados gera reconhecimento, que ajuda bastante no momento de realizar o pedido”, revela Alexandre.

O especialista também fala sobre a relação de chefes e funcionários. Para ele, é fundamental reconhecer quando um colaborador faz grande diferença para o negócio. “O líder deve ser racional, pensar antes de tudo na situação da empresa, mas seja o empregado indispensável ou não e independente da resposta, precisa ser franco e dizer também as razões”, Slivnik explica.

O aumento da remuneração acontece a partir do momento que a empresa reconhece uma possibilidade do trabalhador trazer resultados ainda melhores. Sem a motivação necessária, a situação pode ficar cada vez mais insustentável para todos os envolvidos no processo.

A falta de valorização também pode ser um problema para o funcionário, por isso Alexandre recomenda que caso a resposta seja repetidamente negativa, talvez seja uma boa ideia trocar de ares e procurar um novo trabalho.

O especialista listou um passo a passo para quem está vivendo essa situação

  1. Peça para o seu líder, através de um contato pessoal, um momento na agenda ele. Essa conversar deve ser em um ambiente tranquilo e reservado
  2. Construa uma proposta efetiva. Não diga que recebeu convite para trabalhar em outro lugar ou muito menos alegue motivos pessoais como compra de casa, nascimento de filho.
  3. Avalie como foi a sua produtividade e pontue suas principais conquistas.
  4. Comente sobre seus planos, e fale o que pretende apresentar como resultados para os próximos meses.
  5. Caso a resposta seja positiva, agradeça e mostre seu empenho e comprometimento com os valores da empresa. Mas caso não consiga o desejado aumento, peça ao seu líder que mostre como você pode melhorar e o que pode fazer para futuramente obter o ajuste salarial merecido.

Alexandre Slivnik é reconhecido oficialmente pelo governo norte americano como um profissional com habilidades extraordinárias (EB1). É autor de diversos livros, entre eles do best-seller O Poder da Atitude. É diretor executivo do IBEX – Institute for Business Excellence, sediado em Orlando / FL (EUA). É Vice-Presidente da Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento (ABTD) e diretor geral do Congresso Brasileiro de Treinamento e Desenvolvimento (CBTD).