A plataforma ShopFully, realizou um levantamento junto a 3.339 consumidores de todo o país para mapear o comportamento, intenção de compra e preferências sobre os bancos que oferecem serviços no território brasileiro. A pesquisa, realizada entre os dias 20 e 23 de setembro, buscou identificar as práticas da população no segmento financeiro.

Um dos resultados mais marcantes da pesquisa foi o das motivações que levam um usuário a trocar seu atual banco. Segundo a amostragem, que respondeu a 8 perguntas de múltipla escolha, 75% das pessoas troca de banco ao encontrar tarifas baixas ou nula. Em segundo lugar, com 19%, ficam os investimentos mais rentáveis. Com 18%, transações como DOC e TED ilimitados ou gratuitos; 14% pela melhor qualidade de atendimento online (app ou site) e, em último lugar, com 8%, a possibilidade de junção de contas de Pessoa Física e Pessoa Jurídica.

Outro dado relevante é o de que, entre os entrevistados, 21% não possuem contas em banco. Um número alto e que reflete a exclusão de parcela da população ao sistema bancário: “Os que têm renda estão incluídos no sistema bancário. Os que não têm, só agora começam a fazer parte. Mas devemos discutir se o sistema bancário brasileiro é adequado à realidade nacional”, afirma Marcio Pochmann, presidente do IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

Dos que afirmaram possuir contas em bancos, 64% são donos de cartão de crédito. As bandeiras desses refletem o share de mercado: 51% dos pesquisados usam Mastercard, 29% Visa, 7% Elo e 10% outros. Já o ranking dos bancos mais utilizados por Pessoas Físicas ficou com a Caixa Econômica Federal (27%) em primeiro lugar, Itaú (17%) em segundo, Bradesco (16%) em terceiro, Banco do Brasil (14%) em quarto, Santander (13%) em quinto e, apesar do recente boom dos bancos digitais, esses aparecem com apenas 6%, refletindo um enorme potencial de crescimento ainda a ser explorado.

Por outro lado, para os que têm contas de Pessoa Jurídica, quem ficou em primeiro lugar como banco de preferência foi o Santander (19%), seguido do Itaú (18%), Caixa Econômica Federal (17%) e Bradesco (16%).

Por fim, quando perguntados sobre quais meios costumam utilizar para pagar contas, 44% informaram utilizar o aplicativo do banco, seguidos de 32% que vão às lotéricas, 10% que preferem as agências físicas e apenas 6% que utilizam diretamente o site do banco.

ShopFully é a representante brasileira das operações da ShopFully International Group, empresa fundada em 2010 na Itália.