Auxílio Brasil: confirmado o calendário de junho. Veja quem vai receber

O Auxílio Brasil com valor mínimo de R$ 400 está garantido de forma permanente para a população brasileira mais vulnerável

No dia 31 de maio encerra-se mais uma rodada de pagamento do Auxílio Brasil. Mas os beneficiários já podem ter acesso às datas em que vão receber o benefício em junho.

Terão direito de recber as famílias que estão em situação de vulnerabilidade social. Neste mês, 18 milhões de famílias estão recebendo o Auxílio Brasil. Para o mês que vem, o número de beneficiados poderá variar entre 17 milhões e 18,3 milhões.

Após o dia 31 de maio, o Ministério da Cidadania fará uma nova triagem para saber quem está apto para receber o benefício, ou quem recebe e não está cumprindo as regras. Serão revisadas as documentações dos cidadãos. Encontrando algum erro ou desatualização de cadastro, há o risco de cancelamento do pagamento.

Por isso, quem recebe o Auxílio Brasil deve manter seu cadastro com informações sempre corretas e realizar a atualização quando houver alguma mudança na família ou troca de endereço e telefone.

Requisto para receber o Auxílio Brasil

Famílias em situação de extrema pobreza: família que possui renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até R$ 105,00;

Famílias em situação de pobreza: nessa situação a família deve possuir renda familiar mensal per capita entre R$ 105,01 e R$ 210,00;

Sendo necessário também estar cumprindo as seguintes regras:

No caso de existência de gestantes, o comparecimento às consultas de pré-natal, conforme calendário preconizado pelo Ministério da Saúde (MS);

Participação em atividades educativas ofertadas pelo MS sobre aleitamento materno e alimentação saudável, no caso de inclusão de nutrizes (mães que amamentam);

Manter em dia o cartão de vacinação das crianças de 0 a 7 anos;

Acompanhamento da saúde de mulheres na faixa de 14 a 44 anos;

Garantir frequência mínima de 85% na escola, para crianças e adolescentes de 6 a 15 anos, e de 75%, para adolescentes de 16 e 17 anos.

Auxílio Brasil permanente

O Auxílio Brasil com valor mínimo de R$ 400 está garantido de forma permanente para a população brasileira mais vulnerável depois que o presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou na quarta-feira (18), o Projeto de Lei de Conversão (PLV) 6/2022 enviado pelo Congresso Nacional que estabelece o piso do benefício, que antes estava previsto para até dezembro deste ano. 

Pelas regras do Auxílio Brasil, as famílias que tiverem aumento da renda mensal acima do valor estipulado para o perfil do programa, de R$ 210 por pessoa, e que apresentem em sua composição crianças, jovens de até 21 anos ou gestantes, não têm o benefício cancelado por até 24 meses em razão desse aumento, desde que ele não ultrapasse o valor de R$ 525 por pessoa.

Calendário do Auxílio Brasil – Junho de 2022

Final 1: dia 17 de junho
Final 2: dia 20 de junho
Final 3: dia 21 de junho
Final 4: dia 22 de junho
Final 5: dia 23 de junho
Final 6: dia 24 de junho
Final 7: dia 27 de junho
Final 8: dia 28 de junho
Final 9: dia 29 de junho
Final 0: dia 30 de junho.

Comentários estão fechados.