Auxílio Brasil de R$ 400 até o final de 2022

Presidente Jair Bolsonaro deve anunciar as regras ainda hoje

O prazo para o término do pagamento do auxílio emergencial está se esgotando e o governo ainda está no impasse para a aprovação de fundos para bancar o novo programa chamado Auxílio Brasil

Este dará lugar ao novo Bolsa Família e tem prazo para ter início em novembro. Correndo contra o tempo, a equipe do Presidente Jair Bolsonaro está acertando os últimos detalhes e traz novidades.

De acordo com informações do Estadão, o Auxílio Brasil trabalharia com mais duas parcelas, uma dentro e outra fora do teto de gastos e com isso  elevaria o benefício para, em média, R$ 400 durante todo o ano de 2022, quando o presidente Jair Bolsonaro tentará a reeleição.

Pagamento fora do teto de gastos

Informações dão conta de que a equipe do Ministério da Economia tenta frear qualquer possibilidade de benefício que ultrapasse o teto de gastos, mas a ala política do governo quer enfraquecer o ministro da economia Paulo Guedes.

Desde sábado, se intensificaram as conversas no governo a respeito das políticas sociais. Está ficando definido um auxílio temporário que será pago de forma complementar ao Auxílio Brasil. Parte desse valor será pago fora da regra do teto de gastos, que limita o crescimento da despesa pública. 

O valor médio do benefício que irá substituir o programa Bolsa Família é estimado em R$ 300. Cerca de R$ 100 devem ser pagos em parcelas adicionais extrateto em caráter temporário, até o ano que vem, diante da alta da inflação e do preço dos alimentos.

O governo dá como resolvida a fonte de financiamento do programa para os dois meses finais do ano, além do espaço fiscal, com a elevação da alíquota do IOF e a reserva orçamentária do Bolsa Família durante a vigência do pagamento emergencial.

Resta saber como o governo fará para buscar uma fonte de compensação dentro do orçamento para financiar os pagamentos a partir de 2022, já que a reforma do Imposto de Renda não deve ser aprovada pelo Senado.

O Presidente Jair Bolsonaro dará uma entrevista coletiva à imprensa ainda hoje sobre todas as regras que colocará em prática para efetivar o Auxílio Brasil que beneficiará cerca de 17 milhões de brasileiros.

Comentários estão fechados.