Auxílio Brasil: É preciso estar inscrito no CadÚnico para ter acesso ao benefício?

Muitas pessoas se perguntam se é necessário o CadÚnico para receber o novo Bolsa Família, intitulado como Auxílio Brasil. Acompanhe a resposta!

O Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) é um instrumento de coleta de dados e informações que tem o objetivo de identificar famílias de baixa renda existentes no país incluir em programas de assistência social e redistribuição de renda como o Bolsa Família, Benefício de Prestação Continuada (BPC), Tarifa Social de Energia Elétrica e o último Auxílio emergencial.

Diante disso, existem muitas dúvidas referentes ao CadÚnico para ter acesso ao novo ao Auxílio Brasil (reformulação do Bolsa Família).

O Cadastro Único é a porta de entrada para o Auxílio Brasil, o que não significa que ter cadastro no mesmo lhe dá direito a entrada automática no programa, pois existem pré-requisitos que precisam ser cumpridos.

Esse é um sistema que reúne todas as informações socioeconômicas dos brasileiros, contudo, os inscritos no programa podem buscar acesso a benefícios pagos pelo governo, como no caso do Auxílio Brasil.

Quem pode se inscrever no programa?

  • Famílias com renda mensal de até 1/2 salário mínimo por pessoa (R$ 550);
  • Pessoas que moram sozinhas;
  • Famílias com renda maior que 3 salários mínimos, desde que o cadastramento tenha vínculo à inclusão em programas sociais nas 3 esferas do governo;
  • Pessoas que vivem em situação de rua;
  • As famílias com renda mensal total de até 3 salários mínimos (R$ 3.300).

Para realizar a inscrição no programa, será necessário comparecer ao CRAS (Centro de Referência de Assistência Social ou em algum dos postos de atendimento do Cadastro Único e do Bolsa Família das prefeituras.

Comentários estão fechados.