Auxílio Brasil: Governo pretende antecipar pagamentos do benefício

Valor de R$ 600 será repassado a partir do dia 9 de agosto

O cronograma de pagamento do Auxílio Brasil deve ser mudado pelo governo de forma definitiva, onde os pagamentos passarão a serem feitos na primeira quinzena de cada mês.

Atualmente os pagamentos são feitos nos últimos 10 dias de cada mês. Tal mudança tem o objetivo de desvencilhar de vez o Auxílio Brasil do governo de Jair Bolsonaro do Bolsa Família, programa criado pelo ex-presidente Lula.

Com isso o governo pretende começar a realizar o pagamento dos novos benefícios no dia 9 de agosto. Outra mudança importante é a respeito do valor do benefício que passará de R$ 400 para R$ 600.

PEC das eleições

Todas essas mudanças citadas no tópico acima foram mudanças aprovadas na PEC das eleições. A PEC, foi aprovada na Câmara nesta quinta-feira (14), que autoriza o governo a gastar R$ 41,2 bilhões para conceder benefícios a menos de três meses das eleições.

A expectativa do Governo com a promulgação da PEC é de reverter a situação de Bolsonaro na corrida presidencial, já que os resultados apontam que apontam Lula está na frente das intenções de voto dos Brasileiros.

Bolsonaro aponta que dará atenção aos grupos de eleitores nos quais tem baixo desempenho nas pesquisas: mulheres, nordestinos e população de baixa renda.

O Ministério da Cidadania revelou através de uma pesquisa que a maior parte do público beneficiado pelo Auxílio Brasil são pessoas do sexo feminino.

“Juntamente com o Parlamento, aprovamos o Auxílio Emergencial. Auxílio esse que atendeu no final das contas a 68 milhões de pessoas. O gasto em 2020 equivaleu a 15 anos de Bolsa Família. É um governo que, juntamente com o Parlamento brasileiro, teve olhar todo especial para esses mais vulneráveis”, disse Jair.

O presidente seguiu dizendo “A satisfação de visitar o nosso Nordeste é excelente, excepcional. Um carinho inigualável desse povo maravilhoso do nosso Nordeste. Com a chegada da água naquela região, prometida há tanto tempo, reconhecemos cada vez mais que somos realmente bem-vindos.”

Benefícios aprovados pela PEC

  • Cria um auxílio de R$ 1.000 a caminhoneiros 
  • Auxílio gasolina para taxistas
  • Aumento do valor do vale-gás para cerca de R$ 120 a cada dois meses
  • Assistência de R$ 2,5 bilhões até 31 de dezembro de 2022 para auxiliar o custeio do direito da gratuidade aos idosos no transporte público coletivo urbano, semiurbano e metropolitano prevista no Estatuto do Idoso
  • Auxílio para estados que outorgarem créditos tributários do ICMS para produtores e distribuidores de etanol hidratado, com verba total prevista de R$ 3,8 bilhões.

Comentários estão fechados.