Auxílio Brasil subirá para R$ 600 em agosto

O texto prevê que o piso do Auxílio Brasil subirá de R$ 400 para R$ 600

O Auxílio Brasil deverá ter um novo valor a partir de agosto, subindo de R$ 400 para R$ 600. O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira (13), em segundo turno, a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) nº 15, conhecida como PEC dos Auxílios.

O texto prevê que o piso do Auxílio Brasil subirá de R$ 400 para R$ 600, tendo uma aumento de 50%. Também será permitido ao governo zerar a fila de espera para recebimento do benefício, que hoje reúne cerca de 1,6 milhões de pessoas, conforme a proposta.

De acordo com o portal UOL, o custo para aumento do benefício até o fim do ano e para zerar a fila, considerando 1,6 milhão de famílias, é de R$ 26 bilhões.

Auxílio Gás

O Auxílio Gás também deverá ter um aumento, a PEC propõe R$ 1,05 bilhão para o reajuste do benefício que passará dos atuais R$ 53 para R$ 120 a cada dois meses. O acréscimo também vale até o fim de 2022.

O novo valor cobre o preço médio do botijão de 13 quilos em 17 estados e no Distrito Federal, mas está abaixo da média cobrada em 9 estados, segundo a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

Quem tem direito ao Auxílio Brasil?

  • famílias em situação de pobreza; e
  • famílias em regra de emancipação.

As famílias em situação de extrema pobreza são aquelas que possuem renda familiar mensal per capita de até R$ 105,00 (cento e cinco reais), e as em situação de pobreza com renda familiar mensal per capita entre R$ 105,01 e R$ 210,00 (cento e cinco reais e um centavo e duzentos e dez reais).

Para receber o benefício, é preciso que as famílias estejam inscritas no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Quem ainda não estiver cadastrado, deve comparecer em uma unidade do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) para se inscrever no CadÚnico ou atualizar os seus dados, para ter direito de receber o Auxílio Brasil.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quarta-feira (13), que a partir de agosto, os beneficiários do Auxílio Brasil, já receberão o benefício no valor de R$ 600,00.

Estar inscrito no Cadúnico e atender aos requisitos de renda do Auxílio Brasil não representam a inclusão imediata no programa. Após se enquadrar em todos os critérios exigidos, será necessário aguardar a próxima triagem do governo, que inclui e exclui famílias da folha de pagamento.

Calendário de pagamento do Auxílio Brasil – Julho de 2022

  • NIS 1 – Recebe dia 18 de julho;
  • NIS 2 – Recebe dia 19 de julho;
  • NIS 3 – Recebe dia 20 de julho;
  • NIS 4 – Recebe dia 21 de julho;
  • NIS 5 – Recebe dia 22 de julho;
  • NIS 6 – Recebe dia 25 de julho;
  • NIS 7 – Recebe dia 26 de julho;
  • NIS 8 – Recebe dia 27 de julho;
  • NIS 9 – Recebe dia 28 de julho;
  • NIS 0 – Recebe dia 30 de julho.

Comentários estão fechados.