Auxílio de R$ 500 para jovens. Saiba quem pode receber

Os jovens receberão o valor de R$500 até a idade de 21 anos

Auxílio de R$500 para jovens será oferecido por nove estados. Em 25 de agosto, foi lançado o Nordeste Acolhe pelo Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste (Consórcio Nordeste). Beneficiando jovens que estejam em situação de vulnerabilidade.

Esta é uma ação de nove estados nordestinos, que visa ampliar a proteção social diante da crise criada pela pandemia de covid-19. Receberão o valor de R$500, crianças e adolescentes que ficaram órfãos em decorrência da pandemia.
Porém, não basta o beneficiário ter perdido os pais para o coronavírus, ele precisa estar cumprindo alguns requisitos:

  • comprovante de residência fixa;
  • ter seus genitores há pelo menos um ano completo;
  • família com renda menor do que três salários mínimos;
  • estar sob cuidado de família substituta ou em acolhimento institucional, como um orfanato, por exemplo.

Os jovens receberão o valor de R$500 até a idade de 21 anos, começando a receber com 16 anos, terá direito ao benefício por cinco anos.

Segundo informações, aproximadamente 26 mil jovens serão beneficiados nos nove estados nordestinos e que estão enquadrados nas exigências do programa, segundo um estudo da Revista Lancet, divulgado pelo Consórcio Nordeste.
De acordo com a revista, a cada cinco minutos crianças e adolescentes se tornam órfãos da Covid-19 no Brasil. Até agora, ficaram órfãs devido à pandemia, 113 mil jovens.

Nordeste Acolhe

Embora os nove estados estejam promovendo o benefício de R$500, cada um será responsável em criar suas próprias regras. Os chefes de governos de cada unidade federativa já se comprometeram em realizar os pagamentos.

Em Pernambuco, por exemplo, se o jovem receber algum outro benefício como pensões ou o Benefício de Prestação Continuada (BPC), exceto o Bolsa Família, não terá direito ao auxílio de R$500.

Ainda não foi definido como serão realizadas as inscrições para receber o auxílio de R$500. Tudo indica que o Cadastro Único (CadÚnico) servirá de base para selecionar quem irá receber o auxílio.

Comentários estão fechados.